quarta-feira, 17 de abril de 2024

Agaci desiste de majoritária e volta ao grupo da prefeita de Casinhas


Ex-secretário de Administração e Finanças da atual gestão de Casinhas, Agaci Soares retirou a pré-candidatura a prefeito pelo campo das oposições e voltou ao grupo da prefeita Juliana de Chaparral (UB). O anúncio ocorreu através de uma nota. Ele deixou claro que o diálogo para o retorno foi direto com o deputado Cléber Chaparral (UB), marido da prefeita. No documento, Soares recordou momentos de 2020, quando fez parte do grupo político que conquistou a vitória nas urnas.

Agaci fez elogios à gestão de Juliana, citando, pontualmente, benefícios direcionados à comunidade natal dele, Catolé. Em janeiro deste ano, ao falar sobre a pré-candidatura a prefeito ao Blog do Agreste, ele reconheceu avanços, mas lamentou a falta de crescimento econômico. "Estamos na construção de um palanque que visa o melhor para os casinhenses, que visa o desenvolvimento. Casinhas avançou ao longo desses anos, porém, nenhum crescimento foi considerado satisfatório no âmbito econômico", disse à época.

Na nota divulgada nessa terça (16), oficializando o retorno dele ao grupo governista de Casinhas, disse voltar com a mesma "determinação, vontade e coragem" que iniciou em 2020, e parafraseou Marco Maciel: "A política precisa ser escrita com P maiúsculo". Por fim, o ex-secretário anunciou a pré-candidatura a vereador pelo União Brasil, fazendo uma revelação ao Blog do Agreste: "Infelizmente, não consegui partido apropriado e voltamos a conversar com o grupo que havia votado em 2020".

Confira abaixo a nota na íntegra:


"Marco Maciel já dizia que 'a política precisa ser escrita com P maiúsculo'. Assim, a gente volta a caminhar com os mesmos objetivos, com as mesmas vontades e na mesma direção. Chaparral é um deputado extremamente atuante, dinâmico, visionário e com uma determinação que não encontramos em todo político, é raro. Sentamos e chegamos ao consenso que deveríamos nos alinhar novamente para poder ainda mais fortalecer os serviços e as melhorias para o povo de Casinhas.

Estou animado, feliz, preparado e determinado a trabalhar e enfrentar os desafios que o líder desse grupo, Chaparral, achar que devemos seguir. Volto com a mesma determinação, vontade e coragem que iniciamos em 2020. A prefeita Juliana vem fazendo uma gestão diferente em Casinhas, aqui na minha comunidade, o Catolé, recebemos diversos benefícios, como reforma da escola e quadra, posto de saúde, calçamento, iluminação de LED, água em carros pipas de ótima qualidade, cirurgias, transporte para pacientes, etc.

Quando me sentei com Juliana em 2020 e ela me fez o convite para ajudar ela nesse desafio só disse e pedi que olhasse para esta comunidade e melhorasse as nossas condições de vida. Passamos em cada casa pedindo uma oportunidade, pedindo que o povo confiasse, e hoje posso dizer que valeu a pena acreditar, o resultado é nítido.

Aproveito para anunciar que sou pré-candidato a vereador de Casinhas nas eleições deste ano pelo União Brasil. Estou conversando, buscando apoios e simpatizantes para esse novo desafio. Tenho certeza que tudo dará certo, no tempo certo, jamais irei atropelar o processo político que cabe cada momento ao seu devido tempo. A política é o único meio pelo qual, aqui na terra, é possível e passível de conseguirmos mudar a realidade de um povo, de uma comunidade e uma cidade. Estou mais preparado do que nunca, com vontade e desejando que chegue o momento para debatermos e colocarmos nossas ideias para serem avaliadas pelo povo"
. Agaci Soares, pré-candidato a vereador de Casinhas pelo União Brasil

Em Limoeiro, Ricardo Rodrigues anuncia pré-candidatura a vereador com foco em políticas públicas


O professor Ricardo Rodrigues (PSB) confirmou a pré-candidatura a vereador de Limoeiro numa entrevista concedida ao Blog do Agreste. Formado em Licenciatura em Ciências Biológicas (UPE) e Mestre em Recursos Hídricos (UFPE), atuando na Rede Privada de Educação, ele disse também desenvolver estudos ambientais, exercendo a função de biólogo. No setor público, atualmente, coordena a Vigilância Socioassistencial e Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania.

Questionado sobre quais experiências teria para colaborar com o Legislativo, além das citadas junto à formação acadêmica, Rodrigues contou que foi professor da Rede Municipal de Limoeiro, coordenador do Programa Mais Educação e gerente municipal de Juventudes. "No campo social, atuo no fortalecimento de conselhos municipais e estaduais, onde nos últimos anos tivemos um papel essencial no processo de reativação do Fundo Municipal da Criança, que financia projetos sociais em algumas instituições do município", pontuou.

Na eleição de 2020, ele disputou uma das cadeiras da Casa Professor Agripino de Almeida pelo PT, ficando na suplência. E qual o motivo de optar pelo PSB para o pleito deste ano? "Por ser um partido do campo progressista, que está alinhado ao que também é defendido pelo presidente Lula (PT), e por ter contribuído muito para o desenvolvimento do nosso Estado", respondeu Ricardo, que também tem serviços prestados ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e à AMATUR.

Com uma vida dedicada a estudos e pesquisas, somada ao foco do futuro ingresso no doutorado, a reportagem indagou Ricardo Rodrigues sobre o que o faria pensar numa disputa política, inclusive, tentando novamente uma vaga de vereador. "O desejo de continuar trabalhando por Limoeiro. Dessa vez, em uma outra missão: acompanhar e propor políticas públicas e de governo que continuem com um olhar voltado para aqueles que mais precisam", respondeu. Além da pré-candidatura, ele também é o tesoureiro do partido.

A reportagem abordou o entrevistado sobre uma máxima popular muito citada em ano eleitoral que diz: "Pra ganhar política tem que ter dinheiro". Perguntado como avalia esse pensamento popular enraizado ainda hoje, ele foi objetivo: "Vejo que a sociedade tem aos poucos mudado esse pensamento. A massificação das redes sociais também tem contribuído muito para que mais pessoas tenham acesso aos diferentes pensamentos e propostas, e assim escolham quem realmente possa lhes representar", pontuou.

"Ex-diretor de Turismo" de João Alfredo declara apoio a Vânia


Pré-candidata a prefeita de João Alfredo, Vânia de Oim (PODE) utilizou as redes sociais, nessa terça (16), para anunciar que o produtor cultural e "ex-diretor de Turismo", Rodrigo Fernandes, passou a fazer parte do grupo político dela. "É com muita alegria e satisfação, que hoje recebemos o apoio desse jovem profissional, dinâmico e competente, Rodrigo, para compor o nosso grupo, em prol do desenvolvimento da nossa amada terra", disse Vânia na legenda da foto deles.

Até a primeira semana deste mês de abril, ele integrava a gestão do prefeito e pré-candidato à reeleição, Zé Martins (PSB). Em decorrência de dificuldades financeiras para o desenvolvimento de atividades turísticas no município, falta de interesse da gestão para criação de lei, de conselho e de fundo municipal para o setor e atraso no pagamento pelos serviços prestados, pontos detalhados por Fernandes numa entrevista ao Blog do Agreste, ele optou deixar a função.

Graduado em Marketing, Rodrigo atua como social mídia, ator e produtor cultural, tendo ainda experiências com o segmento turístico, em virtude de trabalhados desenvolvidos em agências de publicidade da capital pernambucana, além de um ano coordenando o setor em João Alfredo. A chegada dele ao grupo de oposição foi comemorada por dezenas de seguidores da pré-candidata. Ao comentar a postagem de Vânia de Oim, o próprio prometeu "trabalho com dedicação".

Câmara rejeita prestação de contas do ex-prefeito de Machados


A prestação de contas da Prefeitura de Machados, referente ao Exercício 2018, foi rejeitada pela maioria dos vereadores, em sessão realizada na noite dessa terça (16), seguindo o parecer prévio emitido pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) que, após análise técnica dos auditores, identificou falhas na gestão do então prefeito Argemiro Pimentel (PSB à época, hoje no REPU) e recomendou que o Poder Legislativo rejeitasse.  

De um total de 9 vereadores que compõem a Casa Flávio Pessoa Guerra, 6 votaram favoráveis ao parecer do TCE e confirmaram a rejeição da prestação de contas: Antônio de Paizinha, Beto do Raio-X, Elis Cunha, Everaldo, Luciano da Funerária e Nando Vitorino. O parlamentar Rosival Santos optou pela abstenção, enquanto Sílvio Borba se ausentou do plenário durante a votação. O vereador Rogério do Bar, que preside a Câmara Municipal, só votaria em caso de empate.

O parecer do TCE, que a reportagem do Blog do Agreste teve acesso, elencou os seguintes pontos: Reincidente descumprimento do limite percentual da despesa com pessoal, sem a adoção de medidas suficientes para sanar a situação; Ausência de recolhimento integral das contribuições, o que prejudicou o equilíbrio financeiro e atuarial do Regime Próprio de Previdência; Repasse e/ou recolhimento a menor de contribuições previdenciárias, o que caracteriza irregularidade grave.

Como a maioria dos vereadores seguiu a recomendação de rejeição emitida pelo Tribunal de Contas, Argemiro Pimentel, que foi gestor por dois mandatos (2013 a 2016 e 2017 a 2020), poderá ficar inelegível pelo período de oito anos, conforme estabelece a "Lei da Ficha Limpa". Para a eleição deste ano, ele se coloca como pré-candidato a prefeito pelo campo das oposições. Caso a inelegibilidade se confirme, o ex-gestor terá que disputar o cargo sub judice.

terça-feira, 16 de abril de 2024

"Confirmada", garante Elias Gabriel sobre pré-candidatura a prefeito de Passira


O ex-vereador Elias Gabriel é mais um nome que surge como pré-candidato a prefeito de Passira pelo campo das oposições. Filiado ao Solidariedade, ele disse estar firme no projeto. "Está confirmada (a pré-candidatura). Só se Jesus tirar a minha vida, mas, a não ser, estou firme e forte, juntos com os amigos e o povo. Está confirmada e não tem que voltar atrás não. Sempre olhei para frente", disse Gabriel, em resposta ao contato feito pela reportagem do Blog do Agreste.

Elias foi vereador da Terra do Bordado Manual entre 2017 e 2020, sendo eleito pelo PSD, com 775 votos. Ao tentar a reeleição pelo PP, ficou na primeira suplência, obtendo 546 votos. Porém, milita na política passirense desde 1972, quando acompanhou a primeira vitória do pai dele, Severino Gabriel, o qual alcançou cinco mandatos, sendo ainda duas vezes vice-prefeito. A filha de Elias, Vanessa Gabriel, também foi vereadora duas vezes, chegando à presidência da Câmara em duas legislaturas.

Conforme apurado pelo Blog, o ex-vereador Cassiano da Reciclagem, até então pré-candidato a prefeito, ingressou no SD e retirou o nome para apoiá-lo. "Se a vice estiver disponível, disputo na vice com ele. Também se não estiver, não faço questão, como diz a história", pontuou Cassiano, reforçando a parceria. Há dezenas de filiados ao Solidariedade que devem compor a chapa proporcional no período eleitoral, ou seja, a futura "chapa de vereadores".

segunda-feira, 15 de abril de 2024

A escolha partidária de Gustavo Plácido


Pré-candidato a prefeito de Machados, o empresário Gustavo Plácido se filiou ao Partido Verde (PV) na reta final da janela partidária. Nos bastidores políticos, existia a expectativa de que ele ingressasse no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), sigla que tem a liderança da governadora Raquel Lyra. Expectativa também gerada pelo próprio em entrevistas anteriores. Mas apesar de não ter sido a legenda tucana, Plácido garantiu ao Blog do Agreste que a parceria com a governadora está mantida.

Questionado sobre a escolha do PV, ele disse que foi um pedido do deputado federal Clodoaldo Magalhães (PV). "(Ele), por ser líder da bancada em Brasília, e pelo PV ser um partido numericamente menor, nossos pleitos serão mais facilmente atendidos", detalhou em tom otimista. Gustavo representa uma das vias de oposição. Atualmente, o município conta com outras duas pré-candidaturas majoritárias: a do ex-prefeito Argemiro Pimentel (REPU) e a do prefeito Juarez Rodrigues (PSB).

Quando perguntado se houve algum imprevisto com a ida dele para o PSDB, o empresário garantiu que não. "Absolutamente nada. Inclusive o tema foi levado até a governadora, foi explicado toda justificativa e a governadora Raquel entendeu e reiterou o apoio, salientando tratar-se de um partido amigo e, portanto, não teria objeção nenhuma", pontuou. Na eleição de 2022, Clodoaldo recebeu o apoio do grupo Plácido em Machados, obtendo 1.292 votos, sendo o segundo mais votado.

Eduardinho reforça pré-candidatura de Nadjane em Cumaru


A ex-vice-prefeita de Cumaru, Nadjane Peixoto (PP), foi a escolhida para representar uma das vias de oposição na disputa pela prefeitura. O ex-prefeito Eduardinho Tabosa (PSD) e o empresário Josivaldo Soares (Val da Internet - PSD) retiraram as pré-candidaturas majoritárias para apoiá-la. Esse acordo de unidade entre os três existia desde o ano passado, como destacou o Blog do Agreste numa matéria publicada no segundo semestre de 2023. Com a decisão deles, o acordo foi honrado.

"Estivemos reunidos e decidimos seguir todos unidos em uma frente ampla da oposição. Nosso ex-prefeito Eduardinho retirou seu nome para apoiar o meu nome como pré-candidata a prefeita, sim. Val da Internet também retirou seu nome e aderiu ao nosso projeto, com meu nome como pré-canďidata", detalhou Nadjane em resposta ao Blog. Ela tentará o cargo pela segunda vez. Em 2020, ficou em segundo lugar, perdendo para Mariana Medeiros (PSB), de quem foi vice entre 2017 e 2020.

Questionada sobre o nome que ocupará a pré-candidatura a vice, Peixoto respondeu que ainda não há definição. "Ainda não foi decidido. Eduardinho junto com o grupo está construindo esse cenário, com grande perspectivas de ser a esposa dele, Bia. Mas ainda ele falta anunciar essa decisão", reforçou a pré-candidata. Pelo lado oposicionista, além dela, o comerciante Fábio Borba (AGIR) tem a pré-candidatura a prefeito confirmada. Já o grupo governista não anunciou ainda quem tentará a sucessão.

Túlio Vieira no palanque de Chaparral em Surubim


Pré-candidato a prefeito de Surubim, o deputado estadual Cléber Chaparral (UB) passou a contar com o apoio do ex-prefeito Túlio Vieira (PODE). O anúncio foi feito pelo parlamentar, nesse domingo (14), nas redes sociais. "Túlio que tem uma história de vida e história política pautada no respeito, compromisso e seriedade", descreveu Chaparral na legenda da foto deles firmando a parceria. Atualmente, Túlio atua como secretário de Administração e Finanças da Prefeitura de Paudalho, na Mata Norte.

Vieira foi vice-prefeito de 2009 a 2012, na segunda gestão de Flávio Nóbrega (SD). No mesmo período, também atuou como secretário de Assistência Social, conseguindo ser eleito, representando a sucessão do grupo governista, para administrar a Terra da Vaquejada de 2013 a 2016. Ao tentar a reeleição, perdeu para Ana Célia (PSB), que naquele pleito recebeu o apoio da família Nóbrega, com o filho de Flávio, Guilherme Nóbrega, sendo o candidato a vice.

Na eleição de 2020, ele tentou mais uma vez voltar ao comando da cidade, mas amargou a terceira colocação, somando 3.883 votos, o que representou 11,03 dos votos válidos. Nesse pleito, numa disputa polarizada, Ana Célia foi reeleita, com Flávio Nóbrega ficando em segundo. A diferença de votos entre eles foi de apenas 267. Para 2024, Túlio não quis arriscar uma terceira derrota consecutiva na corrida pela Prefeitura, optando por declarar apoio a Chaparral.

domingo, 14 de abril de 2024

Chapéu de Palha abre inscrições para trabalhadores da cana-de-açúcar


As inscrições para o Programa Chapéu de Palha para trabalhadores no cultivo da cana-de-açúcar começam nesta segunda (15). 55 municípios da Região Metropolitana e Zona da Mata serão contemplados, porém, inicialmente, o cadastro atenderá Paudalho, Moreno, Igarassu, Nazaré da Mata, Chã de Alegria, Lagoa de Itaenga, Buenos Aires, Araçoiaba, Glória do Goitá, Tracunhaém e São Lourenço da Mata. A informação foi confirmada pelo setor de Comunicação do Governo do Estado.

Para ser beneficiado, o trabalhador precisa ter acima de 18 anos de idade, comprovar que trabalhou no cultivo da cana e apresentar os documentos pessoais. De acordo com a coordenação do Programa, o cadastramento seguirá até 16 de maio e os interessados devem solicitar a inscrição no polo de cadastro do município onde reside, que normalmente fica na Secretaria de Agricultura. Mais informações podem ser obtidas através do número 0800.282.5158.

A partir deste ano, os trabalhadores do Chapéu de Palha, iniciativa do Governo do Estado para auxiliar no período da entressafra, passam a contar com um incremento de 38% no valor das bolsas do programa. O valor pago aos trabalhadores da cana-de-açúcar passa dos antigos R$ 271,10 para 373,08. Além disso, o Chapéu de Palha vai contar com uma parcela adicional. Assim, os valores, que atualmente são pagos em quatro parcelas, passarão a ser pagos em cinco parcelas.

sábado, 13 de abril de 2024

Sábado é dia de Politicafé, sua dose de informação política


Chegamos a mais um sábado. "Sabadou", meu povo. Opa! É dia do semanal “Politicafé”. Um papo descontraído e objetivo sobre o cenário político regado ao velho cafezinho. Boa leitura!
 

Cumaru - A ex-vice-prefeita Nadjane Peixoto (PP) foi a escolhida para representar o grupo de oposição na disputa pela prefeitura. O ex-prefeito Eduardo Tabosa (PSD) e o empresário Josivaldo Soares (Val da Internet - PSD) retiraram as pré-candidaturas majoritárias para apoiá-la. Esse acordo de unidade entre os três existia desde o ano passado. Foi honrado. Val vai disputar uma cadeira de vereador, enquanto Tabosa analisa indicar a esposa dele para pré-candidata a vice.

Surubim - Dentro de algumas mudanças realizadas no secretariado decorrentes da "janela partidária", o  veterinário Denny Lapenda assumiu a chefia de gabinete da prefeita Ana Célia (PSB). A função tem status de secretaria. Antes, ele coordenava a pasta de Desenvolvimento Agrário e Econômico. Lapenda, que ingressou na segunda gestão da socialista, alcançou confiança. Além disso, sabe ouvir e tem habilidade para lidar com as pessoas. Pontos essenciais para um chefe de gabinete.

João Alfredo - Vereadores de oposição protocolaram, no MPPE, pedido de investigação sobre a situação da merenda escolar servida na rede municipal, citada pelos parlamentares de "precária". Segundo eles, o documento foi elaborado a partir de denúncias de pais e de professores. Inclusive, prints foram mostrados. Em resposta, o prefeito Zé Martins (PSB) postou um vídeo com alunos segurando a merenda e dizendo que estava boa. Depois, falam que o prefeito é um "pai". Vai pegar fogo!

Limoeiro - Representado por Wedson Galindo, o PT segue com a pré-candidatura a prefeito no modo "ativado". Mas a legenda não esconde a possibilidade de dialogar com as demais vias representadas na cidade em torno de uma construção partidária. A vontade do PT é ter espaço numa majoritária, mesmo que não seja a “cabeça” da chapa. Mas a proporcional também está nos planos e tem nomes competitivos. Faz tempo que o PT não ocupa cadeira de mandato no município.

Glória do Goitá - Depois da chegada de Kaio Nery, presidente da Câmara de Vereadores, o pré-candidato a prefeito pelo campo das oposições, Jaiminho (PODE), também passou a contar com o apoio do vereador e ex-vice-prefeito Lívio Amorim. A ex-vereadora Monalysa Amorim, que este ano voltará a disputar uma cadeira, também decidiu pelo palanque de Jaiminho. No início da pré-campanha, ele era tido como o "sem grupo" da cidade. Pouco a pouco, o oposicionista está montando o "exército".

sexta-feira, 12 de abril de 2024

Ronaldo soma apoio de empresários e ex-prefeitos em Salgadinho


Pré-candidato a prefeito de Salgadinho pela oposição, o servidor público estadual, Ronaldo Ferreira (SD), somou novos apoios na reta final de filiações partidárias. Conforme apurado pelo Blog do Agreste, os empresários Lula Dora, Adilson Matias, Sandro e Luís Belo, que também é ex-prefeito de Salgadinho, confirmaram que vão marchar com Ronaldo no pleito deste ano. Eles também se filiaram ao Solidariedade, partido presidido no município pelo pré-candidato.

O encontro que selou essa unidade também contou com a participação do ex-prefeito Adenilson Pereira, o qual semanas antes se filiou ao SD e confirmou que vai estar no palanque de Ronaldo, além do vereador Anderson Belo, parlamentar que ingressou no Solidariedade, permanecendo na oposição. "Na reunião, o grupo mostrou força, garra e união. O grupo está unido pela esperança e para que venha dias melhores para Salgadinho", comentou Ronaldo Ferreira em contato com o Blog.

quinta-feira, 11 de abril de 2024

Diretor de Turismo de João Alfredo deixa cargo: pasta sem recursos, falta de interesse da gestão e salários atrasados


Ao findar a primeira semana do mês de abril deste ano, o "diretor de Turismo" de João Alfredo, Rodrigo Fernandes, entregou o cargo da gestão, que tem Zé Martins (PSB) como prefeito. Em entrevista ao Blog do Agreste, ele revelou os motivos da decisão, detalhou dificuldades financeiras para o desenvolvimento de atividades turísticas no município, falta de interesse da gestão para criação de lei, de conselho e de fundo municipal para o setor e atraso no pagamento pelos serviços prestados.   

"Os motivos que me levaram a sair foram a falta de recursos na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo para desenvolvermos as atividades turísticas na cidade; o descaso da gestão em nos ouvir para saber das nossas necessidades, dos nossos projetos e o desinteresse em criar a Lei Municipal de Turismo, o Conselho Municipal de Turismo e o Fundo Municipal do Turismo. Sem isso, ficamos impossibilitados de receber qualquer recurso federal ou estadual para fomentar o turismo em João Alfredo. Além de eu estar com alguns salários atrasados", detalhou Fernandes.

Questionado sobre a reação do gestor diante da decisão, ele contou que nem contato conseguiu. "Silêncio total. Como a gente não consegue falar com o prefeito, falei com o secretário de Finanças para entregar o meu cargo. O mesmo disse que falaria com o prefeito e retornaria para mim. Porém, ninguém me ligou. Há mais de um mês, eu já havia informado ao secretário de Finanças que, se não resolvessem a minha situação financeira, eu iria pedir demissão ao final do mês. Ainda aguentei até sete de abril. Ninguém resolveu nada".

Sobre o atraso, Rodrigo revelou que ficou mais de três meses sem receber. Ele estava na atividade desde abril de 2023. Antes, esteve prestando serviço ao setor de Comunicação da Prefeitura de João Alfredo. "Antes eu era da Comunicação da Prefeitura. Aí fui convidado para ocupar a diretoria (de Turismo)", explicou. Durante a entrevista, a reportagem do Blog descobriu que, mesmo aos olhos da população ocupando o cargo de diretor de Turismo, o cargo não existe de direito.

"Eu ocupava o cargo de diretor de Turismo, mas esse cargo não havia sido criado ainda. Eu estava desde abril do ano passado trabalhando como diretor de Turismo, mas sem receber como diretor de Turismo. O cargo, a gente solicitou para criar em dezembro e não criaram", contou Rodrigo. Questionado se estaria recebendo por outra função, ele respondeu: "Eu era prestador de serviços, recebia como MEI (Microempreendedor Individual).

Formado em Gestão de Marketing, com experiência em agências de publicidade de Recife, ele pontuou ações que desenvolveu: Mapeamento de todos os pontos turísticos da cidade, incluindo zona rural; Participação do Encontro da Associação dos Secretários de Turismo de Pernambuco (ASTUR); Participação do Salão Nacional do Turismo em Brasília (dezembro de 2023); Realização de três Caminhadas Ecológicas; Criação de um grupo de Caminheiros da cidade; Realização do Passeio Ciclístico de Ribeiro Grande (07/04); Fotografia, gravação e edição de vários vídeos para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

"E outra coisa também: minha participação no evento da ASTUR e no Salão Nacional de Turismo foi bancada com recursos nossos: eu e o antigo secretário. Não teve apoio nenhum da prefeita", detalhou Fernandes. O antigo secretário ao qual se referiu é Benízio Filho (Duy), administrador de empresa que entregou o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de João Alfredo em março passado, justificando decisão própria para se dedicar a projetos pessoais.

quarta-feira, 10 de abril de 2024

Limoeiro passa a ter CEP por rua

Foto | Wilker Mattos - PML Divulgação

Detentor até então de um único Código de Endereçamento Postal (CEP), registrado como 55.700-000, o município de Limoeiro adotou o Sistema de Logradouros no CEP. Com isso, cada rua passa a ter código próprio. O anúncio oficial ocorreu, na última quarta (3), na sede da Prefeitura, durante reunião entre representantes da agência dos Correios de Limoeiro e do Governo Municipal. Durante os próximos 90 dias, na chamada fase de adaptação, o antigo CEP ainda poderá ser utilizado.

A Agência Brasileira de Correios e Telégrafos contabilizou no sistema dela, ao todo, 938 ruas e 13 bairros no território de Limoeiro. Os endereços estão registrados, juntamente com seus respectivos CEPs, no site dos Correios. Para consultar, o cidadão deve acessar o endereço eletrônico www.correios.com.br e, na aba "Busca CEP", digitar o nome da rua, o número do imóvel e a cidade que aparecerá o código. Em caso de dificuldade, a agência local dos Correios tem um balcão de atendimento.

De acordo com a gerente da agência dos Correios de Limoeiro, Elna Coutinho, há ruas com mais de um código. "Existem ruas mais extensas que abrangem mais de um bairro. Por exemplo, Rua da Alegria. Ela passa por Centro, Ponto Certo e Alto de São Sebastião. Então, essa Rua da Alegria terá três CEPs diferentes. Dependendo de onde a pessoa mora, a numeração da casa vai determinar um desses três CEPs", explicou Elna, ao detalhar que há outras vias na cidade na mesma situação.

Limoeiro é uma das 22 cidades pernambucanas que está sendo contemplada com a divisão de CEP por rua. "Temos agora, reconhecidamente, pelos Correios, 13 bairros e 938 ruas. Esse é um trabalho importante de utilidade pública, de modernização da cidade, e eu tenho certeza que as pessoas vão adorar quando começarem a dominar a ferramenta de saber encontrar o CEP. Teremos agora as correspondências chegando de forma mais competente", enfatizou o prefeito Orlando Jorge.

 

>> Clique neste link e confira a listagem dos novos CEPs

>> Com informações do site da Prefeitura de Limoeiro

Diretor de Cultura de Bom Jardim entrega cargo e adere oposição


Diretor de Cultura e Turismo de Bom Jardim desde o início da gestão, Bruno Araújo utilizou as redes sociais, no domingo (7), para confirmar que não está mais na direção da pasta, além de anunciar que rompeu os laços políticos com a gestão, que tem Janjão (UB) como prefeito. Em nota, ele revelou que a saída ocorreu sem "qualquer justificativa clara ou diálogo pessoal do gestor municipal" e que teve conhecimento através da população, decisão depois confirmada pelo secretário da pasta.

Em janeiro deste ano, o prefeito encaminhou à Câmara de Vereadores um Projeto de Lei que visava a divisão da Diretoria de Cultura e Turismo em pastas separadas, ou seja, uma Diretoria de Cultura e uma Diretoria de Turismo. Com isso, Bruno, segundo o próprio, seria colocado no Turismo. "Eu não aceitei, porque ele (o prefeito), em nenhum momento, falou comigo sobre isso", pontuou o agora ex-diretor ao Blog do Agreste, reafirmando que, primeiro, soube pela população e, depois, pelo secretário Rufino Filho.


Araújo disse ainda se sentir "desconfortável em continuar ocupando qualquer outra função imposta/proposta unilateralmente", gerando, por consequência, o rompimento político. Ele também fez uma "prestações de contas" das ações que desenvolveu, o que ele classificou de "colaboração para o desenvolvimento e a garantia de políticas públicas de cultura". Ao mesmo tempo, lamentou que, muitas vezes, o trabalho foi "suprimido diante da falta de condições e de liberdade de atuação".

Do momento da reunião no Legislativo até a saída da gestão, Bruno assegurou que não teve contato pessoal com o prefeito. "Eu manifestei que dessa forma não continuaria, por não aceitar, e que ele (o prefeito) poderia me exonerar. Mas ele não fez. Disse que iria conversar pra alinhar, mas não fez. Esperei e nenhum momento ele me procurou pessoalmente", contou Araújo, ao revelar que, desde a reunião na Câmara, não teve mais poder de decisão na Diretoria de Cultura.

Na última sexta (5), Bruno Araújo entregou o cargo num comunicado ao secretário imediato. Em seguida, aderiu ao grupo da oposição liderado pelo ex-prefeito Miguel Barbosa (PP) e anunciou a pré-candidatura a vereador pelo PP, após assinar a ficha de filiação. Essa via tem a vice-prefeita Vânia de Miguel (PP), que, juntamente com o marido Miguel, também rompeu com o prefeito pouco antes da eleição de 2022, como pré-candidata a prefeita para o pleito deste ano.

 

A reportagem do Blog entrou em contato com a Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Bom Jardim para saber se a gestão municipal ou prefeito iria se posicionar sobre as falas contidas na nota emitida pelo agora ex-diretor, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.

terça-feira, 9 de abril de 2024

Prefeitura de Machados abre concurso com mais de 170 vagas


A Prefeitura de Machados lançou, nesta terça (9), edital de concurso público para o preenchimento de 173 vagas para diversos cargos e níveis de escolaridade. As inscrições ocorrem de 09 de abril a 10 de maio de 2024, exclusivamente no site da Facet Concursos, banca responsável pela organizadora do certame: www.facetconcursos.com.br. As inscrições custam R$ 73 (nível fundamental), R$ 93 (nível médio/técnico) e R$ 112 (nível superior). Os salários variam entre R$ 1.412 e R$ 7 mil.

Clique neste link e confira cargos, jornadas de trabalho e salários


De acordo com o edital do concurso, disponível no site da Facet Concursos, os candidatos serão selecionados por meio de provas escritas, práticas, de títulos e teste de aptidão física, observando as especificidades de cada cargo. O cartão de convocação estará disponível também no site da banca, a partir de 29 de maio de 2024. A prova está prevista para ser realizada no dia 09 do mês seguinte. O resultado final será divulgado em 12 de julho de 2024.