Sábado é dia de “Politicafé”, sua dose de informação


Chegamos a mais um sábado. "Sabadou", meu povo. Opa! É dia do semanal “Politicafé”. De segunda a sexta, a Coluna Política. Mas aos sábados, um papo descontraído e objetivo sobre o cenário político regado ao velho cafezinho. Boa leitura!


Machados – O prefeito Juarez (PSB) negou que existe rompimento político entre ele e o ex-prefeito Argemiro Pimentel (PSB), de quem foi vice oito anos. Juarez garantiu que Pimentel permanece na gestão dele, mas confirmou que estarão em palanques diferentes na eleição de 22. Nos bastidores, notoriamente o clima é desconfortável.


Surubim – A prefeita Ana Célia (PSB) utilizou as redes sociais para "puxar o coro” em prol da candidatura a governador do deputado federal Danilo Cabral (PSB). A gestora postou uma série de elogios, falou da fidelidade com a Frente Popular, avaliou que Cabral está preparado para qualquer missão e cravou: “Estarei sempre com ele”.


João Alfredo – Ao entregar dois novos tratores para uso dos agricultores do município, a ex-prefeita Maria Sebastiana (PSD) enalteceu e renovou a parceria que mantém com o deputado federal André de Paula (PSD), autor das emendas. O vereador Ricardo do Imbé e a ex-vereadora Leide da Melancia (ambos PSD) estiveram na entrega.


Limoeiro – Já com o apoio declarado do vereador Inácio Filho (Avante), o pré-candidato a deputado estadual Cléber Chaparral (PSD) disse a este colunista que está articulando a ampliação da base no município. Sem revelar nome, ele adiantou que tem um vereador em conversa. Até março, Chaparral espera anunciar o grupo completo.


Nazaré da Mata – O delegado vereador Thiago Henrique (PSDB) deixou um recado bem direto ao ex-prefeito Nado (PTB) nas redes sociais. Tudo começou em torno de uma ação encabeçada pelo parlamentar para ajudar uma jovem com problema na visão, o que gerou críticas indiretas do petebista: “Ele faça seus joguetes políticos com outros, comigo não”.

 

Passira – O prefeito Severino Silvestre (PSD) disse na Rádio Jornal Limoeiro que os vereadores da base que não votarem, ao menos, no deputado federal André de Paula (PSD) na eleição de 22 podem se considerar fora do grupo. Alguns já confirmaram que não seguem o estadual dele, Aglailson Victor (PSB), deixando o grupo “trincado”.

Coluna Política | Não pode na Alepe, mas pode na rua?


A volta do recesso dos deputados na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) acontece no dia primeiro de fevereiro. Mas os parlamentares já estudam a possibilidade de retomar as atividades no formato remoto por conta do aumento de casos de covid e gripe nas últimas semanas, o que levou o Governo do Estado a adotar novas medidas restritivas para alguns setores econômicos. Há dois meses, os deputados estaduais voltaram com o trabalho presencial, mediante comprovante de vacinação, depois de um ano e oito meses sem encontros presenciais na Casa Joaquim Nabuco.

 

Somos sabedores que todas as medidas são válidas quando o assunto é prevenção. Mas, o que gera contradição, é analisar a possibilidade de suspender as atividades presenciais na Alepe e nas ruas a política correr solta, principalmente, por se tratar de ano eleitoral. As comissões, por exemplo, já decidiram que os encontros serão virtuais. Porém, os pré-candidatos à reeleição não param de visitar bases, participar de almoços, procissões, encontros, reuniões, fotos e por aí vai. Tem cada aglomeração que assusta. A decisão sobre o formato em 22 acontecerá até o fim deste mês num encontro em líderes e mesa diretora.

 

Posse – O novo presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Luiz Carlos de Barros Figueiredo, foi pessoalmente entregar o convite da posse, agendada para fevereiro, ao governador Paulo Câmara (PSB). Ricardo Barreto, novo corregedor, e Antônio Melo, que assumirá a vice-presidência do TJPE, acompanharam a visita.

 

Visita – O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), visitou o Governo de AL para conhecer o modelo de gestão fiscal adotado pelo gestor Renan Filho. Pré-candidato a governador de PE, Miguel fez um comparativo dos investimentos realizados pelos Estados e “alfinetou” o governo pernambucano: “Ineficiência e falta de gestão”.

 

Sertão – Ex-vereador de Afogados da Ingazeira, Zé Negão (PODE) dará palanque ao deputado federal Ricardo Teobaldo (PODE), que tentará o terceiro mandato. Zé foi candidato a prefeito em 20 e ficou em segundo com mais de 6 mil votos. Teobaldo classificou o aliado de “excelente quadro da legenda”. Negão não tira o olho de 24.

 

Rápidas

Casinhas – O deputado federal Fernando Filho (DEM) participará da entrega de 7 veículos ao lado da prefeita Juliana de Chaparral (DEM) e do pré-candidato a estadual Chaparral (PSD), com quem fará dobradinha.

 

João Alfredo – A ex-prefeita Maria Sebastiana (PSD) esteve com o governador Paulo Câmara (PSB) para alinhamento político. Fonte socialista revelou que ela ampliou seu espaço no Governo do Estado.

 

O povo quer saber – Caso voltem ao trabalho remoto, os deputados ficarão distantes da pré-campanha também?

Lula Cabral forma grupo com 6 vereadores em Bezerros


De olho da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB), segue articulando apoios em várias regiões do Estado para disputar uma vaga de deputado estadual na eleição deste ano. No município de Bezerros, Agreste Setentrional, ele montou um grupo com a participação de seis vereadores e alguns suplentes. “Nosso time de Bezerros, seis vereadores e alguns suplentes bem votados irão nos ajudar a voltar a ALEPE”, disse Lula numa postagem nas redes sociais ladeado pelos aliados. 


Lula Cabral foi prefeito por três mandatos do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife: 2005 a 2012 e 2017 a 2020. No último pleito, tentou a reeleição, mas ficou em segundo lugar com 33.449 votos (29,29%). Ele perdeu para Keko do Armazém (PL), que era o vice-prefeito dele. O socialista também foi deputado estadual por três legislaturas. Atualmente, a filha de Lula, Fabíola Cabral (PP), atua como deputada estadual. Ela foi eleita com 41.857 votos, com a responsabilidade de integrar a maior bancada feminina da história do Legislativo Estadual.  

Coluna Política | Geraldo Júlio precisa preparar o "escudo"


Mesmo não demonstrando empolgação para disputar o cargo de governador do Estado, ao menos diante dos holofotes, o ex-prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), vem sendo o nome mais cotado para representar a Frente Popular na Eleição 2022. O governador Paulo Câmara (PSB) deverá anunciar oficialmente o nome ainda neste mês de janeiro. Nas últimas semanas, políticos e aliados puxaram um “coro” pedindo Geraldo como Plano A. O socialista segue em silêncio, que pode ser estratégico ou pessoal. Nos bastidores, aliados revelam que o pretendido fica entre a empolgação do grupo e o desgaste de uma campanha. 


Caso aceite, Geraldo Júlio sabe mais do que ninguém que precisará de um “escudo” para amenizar as pancadas, porque proteger totalmente não será possível. A oposição não vai poupar críticas às deficiências dos seus 8 anos no comando da capital. Acertos tiveram, mas falhas também. Já tem muito dossiê sendo organizado. Isso sem falar no desgaste natural de um mesmo partido mandando e desmandando no Estado há quase 16 anos. E, por fim, o maior calo: as investigações da Polícia Federal sobre supostas irregularidades no uso dos recursos enviados para combate à pandemia. Um “prato cheio” para oposição. Entre o poder e a paz, a balança é de Geraldo.


Tracunhaém – Eleito pelo PL, com pouco mais de um ano de gestão, o prefeito Irmão Aluízio ingressou ontem no Partido Social Democrático (PSD). Ele teve a ficha abonada pelo presidente estadual do partido, deputado André de Paula. Além de filiado, o irmão também será o presidente da sigla no município. 


Tenso - O clima entre os presidentes da República, Jair Bolsonaro (PL) e da Anvisa, Barra Torres, segue tenso. A carta enviada pelo chefe da agência cobrando retratação sobre a fala de supostas irregularidades na diretoria foi a gota d'água. Bolsonaro nega acusação de corrupção, mas reafirma "que tem algo acontecendo". E nada soma para o bem coletivo.


PE - O senador Humberto Costa (PT) disse cara a cara ao governador Paulo Câmara (PSB) que a pré-candidatura dele a governador segue de pé, inclusive, com o aval do ex-presidente Lula (PT). Humberto quer abrir o debate com os partidos da Frente Popular. Essa vontade petista pode desencandear mais um entre "tapas e beijos".


Rápidas

Águas Belas - O deputado federal Sílvio Costa Filho (REPU) terá palanque no município. O vereador Erinaldo Tenório (PC do B) visitou o parlamentar e reafirmou a parceria para 22.


Parceria - Prefeito de Aliança, Xisto Freitas (PSD) iniciou um debate sobre ações locais, com reflexo na Mata Norte, através do Banco do Nordeste. Ontem, Xisto recebeu o superintendente do BNB em PE, Pedro Ermírio. 


O povo quer saber - A Frente Popular terá um candidato a governador surpresa ou velho conhecido da política?

Prefeita de Bezerros diz que realizará concurso para mais de 400 vagas


A prefeita de Bezerros, Lucielle Laurentino (DEM), confirmou que abrirá, nas próximas semanas, seleção simplificada para as secretarias de Saúde e Educação. A gestora não deu detalhes ainda da quantidade de oportunidades, mas, por se tratar de seleção simplificada, o edital terá cronograma curto e contratação imediata. Já para o segundo semestre, Lucielle afirmou que realizará concurso público para quase todas as funções do município, com previsão de mais de 400 vagas. O edital, segundo a gestora, deverá ser lançado no mês de março.


No balanço que fez do primeiro ano de gestão, durante entrevista concedida ao programa Cidade Entrevista, ela adiantou os detalhes de seleção simplificada e concurso público. Inclusive, existe uma determinação judicial para que todos os contratados pela Prefeitura de Bezerros (ocupantes de funções de caráter permanente) sejam substituídos por concursados. Por conta da pandemia do coronavírus, a data limite estabelecida pela Justiça foi prorrogada. Com a afirmação da prefeita, alguns cursinhos preparatórios estão iniciando turmas.

Coluna Política | Não existe novo, existe divisão do mesmo

Foto | Divulgação

Pré-candidatos ao Governo de Pernambuco, os prefeitos de Petrolina e Caruaru, Miguel Coelho (DEM) e Raquel Lyra (PSDB), respectivamente, pregam mudanças por onde passam. Gestores jovens e reeleitos, ambos também criticam o formato de gestão do PSB, no comando do Estado há quase 16 anos. Falam do cansaço, do desgaste e das falhas dos socialistas. Alguns políticos e veículos de comunicação acabam os colocando como “renovação”. Mas realmente seria algo novo? Novos podem até ser na idade, mas na política não. 


Primeiro que os dois são ramificações de políticos de carreira: Miguel é filho do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), com passagem por diversos cargos públicos e eletivos em todas as esferas, e Raquel, apesar de um baita currículo profissional, vem do DNA de João Lyra Neto, não diferente de FBC, inclusive chegando a governar o Estado. O que os dois teriam mais em comum. Eles já foram aliados da Frente Popular. Já estiveram num passado não tão distante no mesmo palanque daqueles que governam PE. As ocasiões que a política proporciona apenas provocaram o afastamento. Portanto, são novas “variantes”.


Colegiado – O médico ortopedista Marcos Heridijanio (PT) disse na Rádio Jornal Limoeiro que sua pré-campanha a deputado federal conta com 50 nomes para um “colegiado”. Daí sairá 24 nomes, escolhidos pela população através de voto virtual, para compor uma “chapa coletiva”. Caso eleito, o médico será o deputado e outros assessores.


João Alfredo – O grupo do Partido dos Trabalhadores (PT) de João Alfredo integra a base de apoio ao governo do prefeito Zé Martins (PSB). Mas, para as eleições deste ano, os petistas apóiam a pré-candidatura à reeleição do deputado federal Túlio Gadelha (PTB), que liberou emendas para Cidade Feliz. Para estadual, ainda definirão.


Propriedades – O que vem acontecendo com o deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB) apenas escancara velhas práticas na política. A primeira de que os partidos têm “donos”. E a segunda de que os “currais eleitorais” são invioláveis. Ao expor a pré-candidatura a federal, Clodoaldo passou a ser "persona non grata" na Frente Popular.


Rápidas

Palanque - Cresce a expectativa para formação de um palanque para o presidente Bolsonaro (PL) em PE. Os olhares estão voltados para o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), que segue em silêncio.


Limoeiro - No projeto de futura candidatura de "colegiado" apresentada pelo médico Marcos Heridijanio (PT), o ativista social Fernando Oliveira (Avante) integra na representação do município.  


O povo quer saber - Quem comandará o palanque do presidente Bolsonaro em Pernambuco?

Sábado é dia de “Politicafé”, sua dose de informação


Chegamos a mais um sábado. "Sabadou", meu povo. Opa! É dia do semanal “Politicafé”. De segunda a sexta, a Coluna Política. Mas aos sábados, um papo descontraído e objetivo sobre o cenário político regado ao velho cafezinho. Boa leitura!


Caruaru – Na Rádio Jornal, Sérgio Moro (PODE) enalteceu o nome da prefeita Raquel Lyra (PSDB) no cenário pernambucano, mas foi contido ao falar sobre possível aliança para 22. Disse apenas ter espaço para dialogar com todos, menos com os seguidores de Bolsonaro (PL) e Lula (PT). No Estado, o PODE segue com o grupo dos Coelhos.

 

Limoeiro – Sem alarde, a delegada e deputada estadual Gleide Ângelo (PSB) segue articulando diversos apoios. Seja contato coletivo ou individual, a socialista fortalece o projeto para tentar a reeleição. O disputado cenário pode reduzir o número de votos dela no município, mas não será surpresa se ficar novamente entre os mais votados.

 

Bom Jardim – Pré-candidato à reeleição, o deputado federal Fernando Rodolfo (PL) visitou, nesta semana, o Distrito de Umari, em Bom Jardim, durante a Festa de Reis. Recepcionado pelo prefeito Janjão (PL), o parlamentar buscar ficar mais conhecido no território que terá apoio em 22. Não diferente dos demais, Rodolfo fez o de praxe: prestigiou a missa.

 

Taquaritinga – Ampliando bases, o pré-candidato a deputado estadual Cléber Chaparral (PSD) terá apoio político no município. “Fábio de Jairo” (MDB), que disputou o cargo de prefeito, o vereador Ronaldo César (PSD), o ex-vereador “Batata” e o empresário “Jobson da Internet” são alguns fechados com Chaparral. A dobradinha será com André Ferreira (PSC).

 

Glória do Goitá – O deputado estadual Henrique Filho (PP) segue bem alinhado com a prefeita Adriana Paes (PSD). O apoio político se transformou em amizade entre as famílias. Ontem, o parlamentar voltou à cidade para participar da assinatura da ordem de serviço para uma obra de pavimentação na comunidade de Campo Alegre.  

 

Carpina – Primeiro prefeito pernambucano a cancelar o Carnaval, Manoel Botafogo (sem partido) anunciou que ira reduzir o limite de público para eventos privados realizados no território do município. O gestor disse que a decisão é baseada no aumento de casos de Covid-19 e Influenza H3N2. Botafogo deve assinar o decreto na próxima terça-feira.


Recife – Proposta pelo vereador Dilson Batista (Avante), os pares foram favoráveis a uma homenagem ao prefeito João Campos (PSB), que completou um ano de gestão. O socialista receberá a maior honraria do Legislativo: Medalha José Mariano. O mérito é concedido a quem se consagra por serviços prestados à humanidade e à paz mundial. Nas redes sociais, vocês já imaginam a reação da povo, né?!

Coluna Política | Antes tarde do que nunca


Perto de completar quase dois anos de pandemia do novo coronavírus, o que segue refletindo numa crise financeira que deixou milhões de desempregados e milhares de estabelecimentos fechados, aumentou a fome e a pobreza e escancarou ainda mais a desigualdade social, o Governo de Pernambuco decidiu aumentar, em pelo menos 20%, o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) de 2022, acompanhando a valorização de mercado dos veículos usados – mesmo que estando mais velhos. Pode ser legal, mas diante do atual cenário é desleal.

 

E como não poderia ser diferente, a repercussão tem sido muito negativa contra o governador Paulo Câmara (PSB). Ainda mais porque Minas Gerais congelou o valor do IPVA, ou seja, os pernambucanos esperavam mecanismos de ajuda e receberam imposto mais caro. Para tentar amenizar o impacto negativo, o deputado estadual Aglailson Victor, que é do mesmo partido do governador, disse que apresentará uma indicação para que o IPVA de Pernambuco seja congelado. O socialista disse que buscará o apoio de outros parlamentares para conversar com Câmara.

 

Victor, que ocupa a primeira vice-presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), sabedor que a decisão de aumentar o valor do imposto é um péssimo “cabo eleitoral” por consequência para o grupo que ele integra e defende, buscou amenizar contra o governador ao dizer que “esse não é um momento de procurar culpados, mas sim de buscar uma solução”. Ele completou afirmando que existe: “Congelar o IPVA 2022”. Agora é aguardar a reação do governador: Paulo Câmara volta atrás e congela ou mantém o aumento? É aguardar!

 

Liderança – Mesmo não sendo a líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a deputada estadual Priscila Krause (DEM) cumpre o seu papel de forma notável. Suas fiscalizações e denúncias são baseadas exclusivamente em dados oficiais. Toda postagem da parlamentar gera repercussão e balança a estrutura do governo.

 

Machados 1 – Ao anunciar a liberação do Ginásio de Esportes Alfredo Neto após quase 6 meses de reforma, o prefeito Juarez da Banana (PSB) alfinetou as gestões anteriores. Segundo ele, todos que passaram pela cadeira de prefeito antes dele não reformaram. A declaração também reflete na gestão em que ele esteve como vice-prefeito por 8 anos.

 

Machados 2 – Após a polêmica fala dita num vídeo postado na página da prefeitura, o ex-prefeito Cido Plácido (PL) disse que, em 2012, antes de sair, deixou todos os prédios públicos em perfeito estado e postou uma foto da quadra. Depois, disparou: “Agora o prefeito faz uma maquiagem, nada construiu, enganou o povo, mas não engana mais”.


Rápidas

Carpina – O suplente de vereador Cícero de Aparecida (Cidadania) ingressou no grupo político do deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM). O democrata tentará a reeleição.


Jaboatão – A declaração de Bolsonaro (PL) na TV Nova sobre o prefeito Anderson Ferreira (PL) ser um bom nome para disputar o governo do Estado poderá abrir novos debates em PE.


O povo quer saber – Anderson agradece ao presidente e segue com projeto paralelo ou abraça o apoio e encabeça uma chapa?

Coluna Política | A preservação que reflete no turismo


Tomado pelo avanço econômico, fruto das inúmeras instalações de indústrias nas últimas duas décadas, principalmente às margens da BR-232, o município de Vitória de Santo Antão também amarga em vários setores o crescimento urbano desordenado. Geração de emprego e pendências de infraestrutura caminham lado a lado. E nesse “taco a taco”, o turismo, ou seja, a fábrica sem chaminé, acabou ficando em segundo plano nas recentes gestões. Não é que não existe. É que quase inexiste diante do tamanho e da importância da cidade.


Para amenizar esse “hiato”, o prefeito Paulo Roberto (MDB) anunciou que o Monte das Tabocas receberá do Instituto Pernambuco Porto um monumento de Antônio Dias Cardoso, mestre das emboscadas do Exército Brasileiro. Ontem, acompanhado do presidente do instituto, Zé Ferino, do diretor cultural, Alfredo Antunes, e do arquiteto paisagista Luiz Vieira, além de secretários, ele visitou o sítio histórico para avaliar o local da instalação do monumento, que virá de Portugal. Paulo prometeu para antes de 03 de agosto, data do aniversário da Batalha das Tabocas.


Limoeiro 1 – Com o Podemos cada vez mais alinhado ao projeto de pré-candidatura a governador de Miguel Coelho (DEM), não resta dúvida de que o grupo do prefeito Orlando Jorge (PODE) seguirá a mesma rota. O gestor disse na Rádio Jornal que o município receberá, em breve, investimentos via CODEVASF, companhia sob o comando dos Coelhos.


Limoeiro 2 – O ex-vice-prefeito Marcelo Motta (Avante) ainda não confirmou se disputará uma vaga de deputado federal na Eleição 2022. Caso lance o nome, proporcionará uma disputa local bem mais efervescente. Sendo bem votado, credencia-se novamente a disputar a prefeitura, porém, caso não, precisará rever estratégias de sobrevivência.


Casinhas – Finalizando o primeiro ano de gestão, a prefeita Juliana de Chaparral (DEM) disse que se dependesse do Governo de PE o município não teria recebido uma pá de areia. Na Rádio Jornal, a gestora também revelou que recebeu uma notificação a impedindo de asfaltar um trecho que é de competência do Estado, mas que até agora o governo não fez.


Rápidas

Passira – Silvestre (PSD) está sendo bombardeado pela falta de médicos no hospital para atender a grande demanda. Resgataram até vídeos de aliados com promessas na campanha de que não faltaria.


Nas redes – Uma conversa com direito a foto nas redes sociais entre o deputado federal André Ferreira (PTC) e o presidente do PTB, Coronel Meira, dá sinais de que os partidos estarão no mesmo palanque em PE.


O povo quer saber – Quem bate o martelo na Frente Popular: Paulo Câmara ou Renata Campos?

Coluna Política | Tirar do papel é honra e sobrevivência


A reta final de 2021 foi de estradas, visitas, anúncios e promessas e mais promessas por parte do governador Paulo Câmara (PSB). Foram milhões e milhões de reais anunciados para obras em todas as regiões de Pernambuco dentro do Plano Retomada. Tudo ainda na fase de projeto, ou seja, no papel. Houve muitas comemorações e fotos nas redes sociais. Os aliados fizeram festa. Claro, não seria diferente. Porém, mais importante e válido do que anunciar é executar. Caso chegue ao fim do primeiro trimestre sem avanço, o “tiro pode sair pela culatra”.


Em Limoeiro, por exemplo, prometeu uma quadra para a Escola Seráfico Ricardo, quando ainda não terminou a do antigo Estadual Padre Nicolau. Obra que se arrasta há vários anos. Não é contraditório? Para que o governador retorne aos municípios pedindo votos para os seus precisará de discurso real. Por isso, começar em ritmo acelerado o que prometeu é questão de honra (de palavra) e de sobrevivência para o grupo que está no comando do Estado há quase 16 anos. O desgaste é natural. E se não poupar energias, a pancada será consequência.


Machados – A informação dada na coluna de ontem gerou grande repercussão. Uma fonte ligada ao prefeito Juarez da Banana (PSB) disparou que “manter a cota de empregos de Argemiro Pimentel é criar cobra para morder ele mesmo”. A mesma fonte profetizou que os deputados do ex podem ter mais votos do que os do atual.


Bom Jardim – A imagem da mensagem de fim de ano do prefeito Janjão (PL) deixou claro que ele apoiará a candidatura à reeleição do deputado federal Fernando Rodolfo (PL). Para estadual, votará com Cléber Chaparral (PSD). O nome da esposa dele, vereadora Jêssica (PSC), chegou a ser ventilado como possível candidata à Alepe, mas ficou só no ensaio.


Glória do Goitá – Capitaneada por Jaime Sobrinho (PODE), a oposição do município fechou apoio para 22 com os deputados estadual Gustavo Gouveia (DEM) e federal Ricardo Teobaldo (PODE). Jaiminho, como é conhecido, obteve mais de 4.500 votos na disputa para prefeito em 20, perdendo para Adriana Paes (PSD), que foi reeleita com mais de 10 mil.


Rápidas

Expectativa – É esperado ainda para janeiro o nome que disputará o cargo de governador pela Frente Popular. O anúncio será feito pelo atual Paulo Câmara (PSB). Caso seja um Arraes, não se surpreenda.


Rápido – Poucas horas depois do Coronel Cleidson Canel entregar o cargo de secretário de Trânsito de Limoeiro, o prefeito Orlando Jorge (PODE), sem comentar a saída, nomeou o novo secretário.


O povo quer saber – A ministra Ana Arraes pode ser o nome do PSB para disputar o Governo do Estado?

Limoeiro registra mudança no comando da Secretaria de Trânsito


O novo secretário municipal de Trânsito e Defesa Social de Limoeiro foi nomeado pelo prefeito Orlando Jorge na tarde desta segunda-feira (3). O escolhido foi o sargento da PM José Ricardo Silva de Souza (Kaká). Ele já estava na equipe como gerente de Planejamento Operacional da própria secretaria e foi promovido para o primeiro escalão. Ele substitui o Coronel Cleidson Canel, que pela manhã pediu exoneração. Na Rádio Jornal Limoeiro, Ricardo disse que manterá o perfil de trabalho integrado com as demais secretarias no apoio à gestão.


Coronel da Reserva da Polícia Militar, Cleidson Canel estava no secretariado desde o início da gestão de Orlando, assumindo, inicialmente, a secretaria executiva de Trânsito e passando para secretaria municipal quando ocorreu a criação da pasta. Em entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro minutos depois de pedir exoneração, Canel justificou que não estaria tendo autonomia para desenvolver o trabalho planejado e que suas solicitações não eram atendidas. Canel disse que as mudanças propostas visavam melhorar o andamento da pasta, mas que não teve êxito.


O agora ex-secretário revelou que há seis meses estaria indicando a necessidade de algumas mudanças na equipe da secretaria, inclusive, chegando a solicitar saídas. O último pedido teria sido feito no dia 30 de dezembro de 2021, mas como não houve deferimento, ele optou por entregar o cargo. Canel disse ainda que todas as tratativas foram feitas junta à secretaria de Planejamento. Perguntado sobre nomes, ele preservou, classificando ser “falta de ética”. A nossa reportagem buscou ouvir a gestão, mas a saída dele não será comentada. 

Surubim abre seleção para contratar 84 profissionais para Educação


A prefeitura de Surubim, no Agreste, segue com inscrições abertas para Seleção Pública Simplificada para cargos temporários e emergenciais da secretaria municipal de Educação e Cultura. De acordo com o edital, são 84 vagas distribuídas em 13 funções. As inscrições podem ser realizadas até às 14h do dia 11/01/2022 no site da banca organizadora: www.admtec.org.br. Ao acessar o site, o candidato deve baixar e preencher o formulário específico. Nele também consta o edital completo. As taxas de inscrições custam R$ 60 (nível médio) e R$ 90 (superior).


A  seleção  será  realizada  em  etapa  única  de  caráter  classificatório, por meio de análise curricular. O resultado final deverá ser divulgado até 08/02/2022 no site da ADMTEC e da prefeitura de Surubim: www.surubim.pe.gov.br. Entre os cargos disponíveis, estão: auxiliar de creche, auxiliar de Educação Especial, intérprete de Libras, professor (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Anos Finais). Os salários variam entre R$ 1.210 e R$ 1.613. Para professor, há gratificação do magistério. As contratações ocorrerão logo após a divulgação do resultado final.

Coluna Política | Por um 22 de menos promessas e mais ações


Hoje, em se tratando de dia útil, começa 2022. Exatamente numa segunda-feira, dia do começo ou recomeço para muitos brasileiros. Mas, melhor do que isto é dar sequência. E como justiça boa começa de casa, volto com a Coluna Política do Blog do Agreste diariamente. Vontade de escrever tenho e muita. Mas, em muitos dias, falta tempo. Bom, cabe a mim organizá-lo. Vamos buscar estar juntos 365 dias através da leitura, da sugestão, da opinião e da troca de informações e experiências. Combinado?!


Bom, analisei, estudei, absolvi conhecimento e percebi que as pessoas estão lendo cada vez menos. Nas redes sociais, é tipo “hábito cultural” apenas ver o título e já formar opinião. O que não é salutar, independente do assunto. Então, resolvi até treinar para dar o recado com o menor número de palavras possíveis. Quase a redação do ENEM – que tem linhas limitadas. E como 2022 é ano de eleição, meu simples recado nesta volta é: Por um 22 de menos promessas e mais ações. Para bom entendedor, uma simples frase basta. 


Machados – O racha dentro do grupo do prefeito Juarez da Banana (PSB) fica cada vez mais explícito. Tem mais crítica interna do que vindo da oposição. Os palanques divididos entre Juarez e Argemiro Pimentel (PSB) mostram que a unidade passa longe. Já tem até aliado cobrando que o bananeiro passe a “tesoura” nos indicados pelo ex-prefeito.


Limoeiro – Com o apoio do vereador Inácio Filho (Avante) confirmado, aliança de outros carnavais, o pré-candidato a deputado estadual Cléber Chaparral (PSD) deverá focar novas parcerias com lideranças comunitárias. Um político local sinalizou que, no município, “jogador” sem muito nome corre mais no campeonato.


Feira Nova – Liderado por Juliana Chaves (PSB), o grupo da oposição iniciará uma série de ações no município. Emendas parlamentares do deputado federal Ricardo Teobaldo (PODE) chegarão através de associação. Teobaldo disse que tem discurso de sobra para pedir votos na Terra da Farinha.


Rápidas

Vicência – O vereador Fabinho Dias (Republicanos) utilizou, pela segunda vez, 70% do salário dele para compra de cestas básicas. Os alimentos foram entregues a dezenas de famílias carentes do município.


Buenos Aires – Caso o deputado federal André de Paula (PSD) dispute a única vaga do Senado, o prefeito Fabinho Queiroz (PSD) poderá tentar uma cadeira na Câmara dos Deputados. O próprio não descarta.


O povo quer saber – Geraldo Júlio (PSB) repensa sobre o que disse e vai para disputa do Governo do Estado?

Buenos Aires desativa lixão do município


O lixão do município de Buenos Aires, na Mata Norte do Estado, foi desativado no último dia de 2021. De acordo com a prefeitura, o lixo produzido pela população diariamente será transportado para o Centro de Tratamento de Resíduos de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. Durante vários anos, o lixão foi alvo de denúncias, reclamações do mau cheiro, queimadas naturais e criminosas, além de ajustamentos firmados com o Ministério Público de Pernambuco. Mesmo fora do prazo, a iniciativa também atende a Lei 12.305 que prevê o encerramento dos lixões.

 

A área onde funcionou o lixão foi isolada e placas indicativas sobre o encerramento das atividades foram instaladas na entrada. No terreno, a gestão municipal realizará um processo de reflorestamento com plantas oriundas da Mata Atlântica. O objetivo é recuperar a área degradada pelos resíduos. Segundo a prefeitura de Buenos Aires, os catadores que trabalhavam no lixão estão sendo capacitados para atuarem na coletiva seletiva da cidade com as devidas condições. Eles também estão sendo assistidos pela secretaria municipal de Assistência Social.

Lessa fala sobre "dobradinha" com Joãozinho em Limoeiro e defende Geraldo para governador


O deputado estadual Aluísio Lessa (PSB) segue organizando bases políticas para o projeto que visa a reeleição nas eleições de 2022. Durante entrevista à Rádio Jornal Limoeiro, Lessa afirmou que segue contando com o apoio do ex-prefeito de Limoeiro, Joãozinho (sem partido). Ele revelou que as reuniões entre os dois têm sido constantes e que pactuaram uma possível "dobradinha" na cidade, com Joãozinho saindo candidato a deputado federal. "Ele ainda decidirá se sairá candidato ou apoiará um candidato a federal que fará dobradinha comigo", comentou Lessa.


Questionado sobre o nome da Frente Popular para disputa de governador, Aluísio foi objetivo ao dizer que defende o do ex-prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB). O parlamentar elogiou a passagem dele no comando da prefeitura do Recife por dois mandatos e o classificou como "político com experiência técnica". "Caso ele não aceite, mesmo sabendo que a convocação popular mexe com o sentimento, temos outros nomes, entre secretários (estaduais) e deputados federais. Será um nome competitivo. Em janeiro, o governador Paulo Câmara disse que anunciará", pontuou.

Sebastião Mendes declara apoio a Aglailson Victor em João Alfredo


O ex-prefeito de João Alfredo, Sebastião Mendes (PSD), anunciou, oficialmente, na tarde desta quarta-feira (29), o deputado estadual Aglailson Victor (PSB) como novo aliado político. O socialista é pré-candidato à reeleição e terá o apoio do grupo liderado por Sebastião na eleição do próximo ano. “Foi com muita alegria que estive no município de João Alfredo, no Agreste, para ser apresentado oficialmente como deputado estadual do grupo político liderado pelo ex-prefeito Sebastião Mendes”, escreveu Aglailson nas redes sociais.

 

Sebastião foi prefeito de João Alfredo por quatro mandatos. Na eleição de 2020, disputou outra vez o cargo de gestor municipal, mas não obteve êxito. Com 9.104 votos (48,62%), Mendes perdeu para Zé Martins (PSB), que alcançou 9.621 votos (51,38%). Para deputado federal, ele apoiará Clodoaldo Magalhães (PSB), que atualmente ocupa o cargo de deputado estadual, mas em 2022 tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados. Ainda no partido socialista, Clodoaldo deverá anunciar, em breve, novo destino partidário.

Mendonça Filho anuncia “dobradinha” com Antônio Coelho em Belo Jardim


No município de Belo Jardim, o ex-ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), fará dobradinha com o deputado estadual Antônio Coelho (DEM). O anúncio aconteceu nessa terça-feira (28) durante encontro com o prefeito Gilvandro Estrela (DEM). Mendonça tentará voltar à Câmara dos Deputados, enquanto Antônio buscará renovar seu mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), onde atua como líder da oposição. O pai dele e senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) também participou do encontro que selou a parceria política.


“Começando hoje uma parceria política com o deputado estadual Antônio Coelho para trabalhar por Belo Jardim. Jovem, trabalhador, um deputado atuante na Assembleia Legislativa em defesa do desenvolvimento econômico e de políticas públicas de proteção social à população pernambucana. Antônio Coelho já chega a Belo Jardim com trabalho prestado à população e é o nosso pré-candidato a deputado estadual, com apoio do prefeito Gilvandro Estrela”, postou Mendonça Filho. “É uma parceria de muito trabalho em benefício de Belo Jardim”, completou.

Estado abre seleção para contratar 72 profissionais para o Mãe Coruja


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) abriu inscrições para seleção pública temporária para profissionais de nível superior atuarem no Programa Mãe Coruja Pernambucana. Ao todo, são oferecidas 72 vagas. Para se candidatar, basta acessar o site selecionases.saude.pe.gov.br, preencher o formulário de inscrição e anexar os documentos solicitados. As inscrições seguem até o dia 11 de janeiro de 2022 e as vagas são para assistente social, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo e terapeuta ocupacional.


Todos devem possuir o respectivo registro em conselho profissional. Os selecionados poderão ser lotados em Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Goiana. Os selecionados terão remuneração de R$ 2.400 para jornada de 30 horas semanais. Já as admissões serão pelo prazo de até um ano, podendo ser prorrogada por até seis meses. Outras informações podem ser obtidas no edital da seleção, que está disponível no mesmo site das inscrições.

Grupo de Zé Martins apoiará 2 candidatos para federal em João Alfredo


Nas articulações para as Eleições 2022, o prefeito de João Alfredo, Zé Martins (PSB), disse que o grupo político que ele lidera apoiará dois candidatos para deputado federal. A declaração foi dada na manhã dessa terça-feira (28) durante entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro. Perguntado como seria o palanque, ele disse que os nove vereadores da base e as lideranças políticas serão divididas para pedir votos para Sebastião Oliveira (Avante) e Fernando Filho (DEM). Ambos tentarão a reeleição no próximo ano.

 

"Os nossos vereadores e as nossas lideranças vão pedir votos para os dois, e o eleitor decidirá", comentou Martins. "Vamos apoiar que tem ajudado João Alfredo", completou. Questionado sobre apoio para deputado estadual, ele não confirmou nenhum nome, disse apenas que existem várias opções e que estão sendo analisadas. Porém, para governador, foi objetivo ao declarar que votará com Miguel Coelho (DEM). O atual prefeito de Petrolina circula o Estado como pré-candidato ao Palácio do Campo das Princesas.

 

"Tive sorte com o Miguel Arraes e agora vou ver outro Miguel, o Coelho, governador de Pernambuco", pontuou. Recentemente, o município de João Alfredo foi contemplado com ações e recursos oriundos de emendas parlamentares apresentadas pelo grupo político dos "Coelhos", grupo liderado pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). Perguntado se a saída de FBC da liderança do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode atrapalhar a liberação de recursos, Zé Martins afirmou que não. "São emendas impositivas e que estão empenhadas. Não teremos dificuldades", pontuou.

Prefeitura de Limoeiro suspende festas de fim de ano, profanas e carnavalescas

Foto | Edvaldo Carvalho Filho

A Prefeitura de Limoeiro suspendeu, por meio de decreto municipal, todas as festas de fim de ano, as profanas e as carnavalescas. Além disso, também está suspenso qualquer evento público que gere aglomeração de pessoas. A medida vale de 28 de dezembro de 2021 a 31 de março de 2022. Há cinco dias, o prefeito Orlando Jorge (PODE) havia prorrogado, também por decreto, o estado de calamidade pública por conta da pandemia do novo coronavírus por mais três meses, e o novo decreto acaba sendo uma ementa ao anterior.


Ao estabelecer a suspensão das festas públicas, a Prefeitura de Limoeiro considerou a “necessidade de manutenção das medidas sanitárias e administrativas voltadas ao enfrentamento da pandemia”. Também alertou que, “nas últimas semanas, o Estado de Pernambuco voltou a registrar aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), tanto por Covid-19 como por Influenza H3N2”. A gestão afirmou que seguirá com as medidas sanitárias de enfrentamento ao vírus, cumprindo as determinações dos órgãos de controle e fiscalização.


Os eventos realizados em locais privados continuam autorizados, tendo em vista prevalecer a autorização do Governo do Estado, que apesar de também ter prorrogado o estado de calamidade em Pernambuco pelo mesmo período, não revogou a autorização para os eventos chamados de “particulares”. Ao decidir suspender o Carnaval, Limoeiro segue a decisão de outros municípios da região, a exemplo de Carpina e João Alfredo. Ainda com relação ao período de momo, o Governo do Estado não tomou nenhuma decisão oficial.

Após fiscalização, Estado abre licitação para retomar obra do Hospital da Mulher de Caruaru

Foto | Mariana Carvalho - Divulgação

O Governo do Estado anunciou que retomará as obras do Hospital da Mulher de Caruaru. A abertura do processo de licitação para complementação da construção foi divulgada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (28). A unidade deveria ter sido inaugurada desde o ano de 2015 e vive atual cenário de abandono. Há dois meses, a deputada estadual Priscila Krause (sem partido) visitou o canteiro de obras inacabadas, cobrou providências da gestão estadual e mostrou a realidade nas redes sociais, o que gerou grande repercussão. 


“Será que agora vai? Dois meses depois da nossa última fiscalização no canteiro abandonado do Hospital da Mulher de Caruaru, governo do PSB - que deveria ter inaugurado obra em 2015 - publica licitação para complementação das obras. Está no Diário Oficial de hoje”, postou a deputada nas redes sociais. De acordo com o edital, a sessão de abertura ocorrerá no dia próximo 28 de janeiro, na sede da Secretaria Estadual de Saúde, com valor estimado em R$ 34,9 milhões. Segundo dados apresentados por Priscila, já foram gastos na obra R$ 28 milhões. Com isso, o investimento total deve girar em torno de R$ 62,9 milhões.


Durante a fiscalização, no mês de outubro deste ano, a deputada estadual mostrou que existe R$ 3,4 milhões disponíveis na conta do Estado. Os recursos foram repassados pelo Ministério da Saúde para o retorno da obra. O projeto inicial do Hospital da Mulher de Caruaru visa contemplar 32 municípios agrestinos. A unidade deverá contar com 150 leitos. Ainda nas redes sociais, Priscila afirmou que a obra segue no radar do mandato dela como prioridade. “As mulheres de Caruaru e do Agreste precisam”, finalizou.

Henrique Filho cita possíveis nomes para "dobradinha" em Limoeiro


Durante entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro, o deputado estadual Henrique Filho (PP) disse que o nome que fará dobradinha com ele como candidato a deputado federal no município de Limoeiro, na eleição do próximo ano, ainda será definido. Porém, citou alguns possíveis. Ele disse ter conversado com o deputado federal Eduardo da Fonte (PP), com os deputados estaduais Eriberto Medeiros (PP) e Guilherme Uchoa Jr. (PSC), ambos cogitados para uma disputa federal, além de Pedro Campos (PSB), filho do ex-governador Eduardo Campos.

 

O parlamentar reafirmou que o candidato a deputado federal será definido em conjunto com o grupo político formado em Limoeiro. "O nome a ser escolhido é um nome que se enquadre dentro de Limoeiro, que busque o melhor para cidade e que, quando a gente for procurar, ele esteja disposto a colaborar e investir em Limoeiro. Não quero chegar apresentando um nome de alguém de fora, que não conheça a nossa realidade e que quando passar a eleição não tenhamos acesso. Isso não quero fazer", comentou Henrique Filho.

 

Perguntado sobre a possibilidade de o pai dele, ex-deputado e atual presidente do Iterpe, Henrique Queiroz (PP), disputar novamente o cargo de deputado federal, o filho descartou. Como justificativa, o progressista falou das dificuldades para disputar uma das 25 cadeiras pernambucanas na Câmara dos Deputados. Ponderando, o deputado estadual, que está no primeiro mandato, disse ainda que, caso o pai deseje retornar às disputas eleitorais, ele cederia o seu espaço, retirando o seu projeto de tentar disputar a reeleição em 2022.

Professores de Buenos Aires receberão quase R$ 30 mil de rateio do Funbeb


Até o fim de dezembro, os professores da rede municipal de Buenos Aires (efetivos e contratados) receberão um valor extra, referente ao rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Durante entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro, o prefeito Fabinho Queiroz (PSD) confirmou o pagamento. De acordo com o gestor, cada professor receberá, em média, R$ 28 mil de rateio. O valor será confirmado nesta semana, após o município receber a parcela do dia 20 do repasse da União. 


Questionado sobre o montante disponível em Buenos Aires, Queiroz disse que os municípios brasileiros receberam recursos consideráveis para o setor educacional neste ano e, como foram poucos meses de aulas presenciais (em Pernambuco foram três), foi possível fazer saldo diante da redução das despesas mensais. Tendo das opções de devolver ao Governo Federal ou ratear com os professores, ele decidiu pela segunda opção. Desse valor previsto de R$ 28 mil será descontado o Imposto de Renda (IR). Clique no link abaixo e confira a entrevista completa.