Coluna Política | Ciro Nogueira na Casa Civil faz parte do jogo


A posse do senador e presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, como ministro da Casa Civil faz parte da estratégia do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para buscar estabilidade do governo e melhor relacionamento com o Congresso, além de alinhar os planos de candidatura à reeleição em 22. O presidente foi deputado federal durante décadas e sabe muito bem que sem alianças, sem ceder e sem agradar grupos não consegue governar. O mecanismo político brasileiro funciona assim. Ah, mas Bolsonaro disse em campanha que não faria acordos. Foi estratégia também. Ele falou o que os brasileiros queriam ouvir naquele momento. E deu certo!


Com Nogueira no comando da considerada mais importante pasta ministerial, a “sombra” do avanço de um processo de impeachment contra o presidente fica mais distante. Pedidos não faltam. O progressista no “coração” da Esplanada também garante maior proteção ao presidente na CPI da COVID, pois o senador integra a Comissão Parlamentar de Inquérito. Ciro criticou Bolsonaro durante nas eleições de 18. Mas como política é “arte de engolir sapo” para sobreviver, o “capitão” “esqueceu” e pensou no futuro, cedendo aos políticos do “Centrão”. Vai dar certo desta vez? As urnas responderão.


Orobó 1 – Na agenda de visitas desta terça (27), o senador Fernando Bezerra (MDB) abriu espaço para almoçar na casa do ex-prefeito de Orobó e pré-candidato a deputado estadual, Cléber Chaparral (PSD). FBC foi recepcionado por vários prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas da região. Registro para os prefeitos de Machados, Juarez Rodrigues (PSB), de Casinhas, Juliana de Chaparral (DEM), de Orobó, Biu Abreu (DEM), e de Bom Jardim, Janjão (PL). A cortesia do senador fortaleceu a representatividade política de Chaparral no Agreste.


Orobó 2 – Acompanhado do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), e dos deputados federal, Fernando Filho, e estadual Antônio Coelho (ambos DEM), FBC tem dado, nesta semana, a largada de articulações da oposição para disputa do Governo do Estado em 22, afastando de vez a possibilidade de retorno ao grupo da Frente Popular, comandado pelo governador Paulo Câmara (PSB). Em Orobó, o “pontapé” foi em clima de “campanha”. Perguntado pelo colunista sobre definição de chapa, respondeu que o momento é para debater projetos.


Lançamento – A deputada federal por São Paulo, Tabata Amaral (sem partido), realiza, nesta quarta (28), a partir das 16h, na livraria Jaqueira, no Recife, sessão de autógrafos do livro Nosso Lugar. A obra não teve lançamento público por conta da pandemia, mas circula desde julho do ano passado. Filha de imigrantes nordestinos, a parlamentar conta, em primeira pessoa, sua trajetória de estudos que lhe rendeu formação em Ciência Política na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, além de graduação em Astrofísica.


Rápidas

Bancada – No município de Aliança, os 11 vereadores estão na base do prefeito Xisto Freitas (PSD). Os três eleitos pelo grupo da oposição mudaram de lado e declararam apoio ao gestor municipal, que agora não tem mais oposição no Legislativo.  


Organizando – O deputado estadual Henrique Filho (PP) e o ex-vice-prefeito Marcelo Motta (Avante) cumprirão agenda em Limoeiro na próxima sexta (30). A pauta faz parte das homenagens ao município, que completou 210 anos de Emancipação nessa terça (27).


O povo quer saber – O candidato da oposição ao Governo do Estado sairá do Interior ou da Região Metropolitana?