Páginas

Compesa estabelece rodízio para o abastecimento de Bom Jardim, João Alfredo e Orobó


O longo período de estiagem que atinge o Agreste Setentrional do Estado contribuiu consideravelmente para que a Barragem de Pedra Fina, localizada no município de Bom Jardim, entrasse em colapso. A situação foi confirmada nessa quarta-feira (17) pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) por meio de nota. Atualmente, o manancial abastece os moradores de Bom Jardim, João Alfredo e Orobó. Uma menor parte do município de Limoeiro também recebe água desse reservatório.

 

No documento, a Compesa informou que para manter o abastecimento nas cidades, além dos distritos e comunidades rurais, está realizando a integração das bacias Siriji (Vicência) e Buraco do Tatu (Bom Jardim), através da transposição de água da Barragem de Murupé, que fica em Vicência, na Mata Norte. “Desta forma, as cidades passarão a ser atendidas em sistema de rodízio de três dias com água e 22 dias sem”, diz trecho da nota.  

 

Situação – A barragem de Pedra Fina, também conhecida como “Palmeirinha”, tem capacidade total para armazenar 6,2 milhões de metros cúbicos de água. Atualmente, o manancial está com apenas 2% desse total, o que gerou a suspensão da captação de água na barragem desde a terça-feira (16). No mês de abril de 2018, após fortes chuvas na região, ela chegou a 100% da capacidade.