João Alfredo publica orientações para velórios e enterros


A Prefeitura de João Alfredo tem seguido as orientações técnicas do Ministério da Saúde (MS) e Secretaria Estadual de Saúde (SES) para os sepultamentos realizados nos cemitérios do município. As medidas atendem aos decretos estaduais e federais, além das notas técnicas emitidas pelos setores de Vigilância em Saúde. As casas funerárias da cidade estão orientadas sobre os procedimentos para serviços funerários, assim como os servidores dos cemitérios para os enterros dos corpos.

Com relação aos velórios, as normas determinam que, nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), não deverão ocorrer. Também estão proibidos velórios de pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19. Para as demais causas mortis (causa da morte) poderão ocorrer, desde que seja respeitada a orientação de, no máximo, 10 pessoas com distância de dois metros entre elas. Para os sepultamentos, não são permitidas aglomerações, devendo ser presenciado por, no máximo, 10 pessoas, que deverão manter o distanciamento social.

Além dessas recomendações, outras medidas preventivas devem ser respeitadas, tais como: Pessoas mais vulneráveis (crianças, idosos, grávidas e doentes crônicos) não deverão participar; Realizar a higienização das mãos com água e sabão e, na falta, utilizar álcool 70% ao entrar e sair do local de sepultamento; Não deverá haver contato físico entre as pessoas, como apertos de mãos, beijos e abraços, bem como compartilhamento de objetos; Os coveiros deverão usar máscara cirúrgica, protetor facial, luvas de procedimentos, bota impermeável de cano longo e avental descartável.