PML retira assistentes e atendimento odontológico fica suspenso no Regional


O atendimento odontológico no Hospital Regional José Fernandes Salsa (HRJFS), no município de Limoeiro, está suspenso. O plantão, que funciona em regime de 24 horas, foi interrompido desde a última terça-feira (22) com a saída de três assistentes de saúde bucal (ASB). As profissionais cedidas pela prefeitura de Limoeiro, através de convênio, foram retiradas sem nenhuma justificativa. De acordo com a direção do hospital, desde fevereiro de 2012 existe um convênio de pactuação firmado entre o município e o Governo do Estado, cuja parceria da gestão municipal seria a disponibilidade das ASB. 

Dados estatísticos do hospital mostram que, aproximadamente, 90% da população atendida reside em Limoeiro. Para o convênio ser encerrado, representantes das partes devem apresentar a justificativa durante encontro do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS), o que não aconteceu. A saída repentina das assistentes dos dentistas tem gerado problemas na rotina do Regional de Limoeiro. A unidade atende 20 municípios (Agreste Setentrional e Mata Norte), o que corresponde a uma população de 600 mil habitantes. A direção do hospital está aguardando uma justificativa da Secretaria de Saúde de Limoeiro. 

Procurada pela nossa reportagem, a PML, através da Secretaria Municipal de Saúde informou, em ofício enviado a Elisabete Oliveira, gestora do Hospital Regional de Limoeiro, nesta quinta-feira (24), que as servidoras municipais foram relocadas ao atendimento municipal por necessidade da assistência aos munícipes, uma vez que o serviço encontra-se desfalcado em virtude do afastamento, por motivos de doença, de duas servidoras e aumento da demanda no CEO (Centro de Especialidades Odontológicas). A Secretaria de Saúde ainda sugeriu que outro município também participe da ajuda mútua. Na reposta, a gestão municipal salientou que dadas as buscas nos arquivos, não foram localizados nenhum documento comprobatório da referida disponibilidade das servidoras em questão. (Matéria editada às 16h50 com o recebimento da resposta da PML)