Limoeiro: presidente do Conselho Municipal de Saúde renuncia


O pastor Mário Melo entregou uma carta e renunciou o cargo de presidente do Conselho Municipal de Saúde de Limoeiro (CMS). Ele foi eleito como vice-presidente, mas assumiu a presidência desde a saída do médico Roberto Hamilton, então secretário de saúde do município, mas que também pediu para deixar o cargo. Procurado pela nossa reportagem, pastor Mário disse que a falta de interesse da população somada às dificuldades de investimentos o motivaram a sair. “Estamos passando por um período complicado no Brasil, onde o poder público alega sempre dificuldades financeiras, ai não temos o investimento necessário no controle social”, comentou. O pastor também falou da falta de credibilidade da população com os conselhos. 

“A população está desacreditada com os conselhos, por que muitas das coisas ficam nas palavras e não acontecem na prática. O conselho, que deve funcionar tendo na paridade um número maior de usuários, os usuários que deram o nome na eleição, boa parte não participa mais. Como não estou com esse tempo de convencer essas pessoas, achei melhor sair, para o bem do Conselho”, disse Melo. “A população sabe criticar muito, mas fazer a sua parte, cobrar onde deveria cobrar, não tem feito”, completou. Desde o ano passado, o CMS aguarda a formação de duas comissões e faltam pessoas. Estou sem tempo para assumir esse papel”, finalizou. Com a renúncia, o Conselho passa a ser presidido pela secretária da pasta, Karla Torres. (Imagem | Google Maps)


Pastor Mário Melo