Joaquim Lapa critica políticos e judiciário durante ato pró-Lula em Carpina


Longe da expectativa, o ato pró-Lula realizado neste domingo (18) na cidade de Carpina reuniu aproximadamente 80 pessoas. Alguns militantes e simpatizantes do PT caminharam pelas ruas contra as ações judiciais que condenaram o ex-presidente. Durante entrevista concedida a reportagem da Rádio Naza FM, o ex-prefeito Joaquim Lapa criticou o cenário jurídico e a classe política. “Temos um Poder Judiciário sem moral, mais ainda depois da descoberta do auxílio moradia, temos um poder político corrupto e poucos prefeitos honestos”, disparou. 

Na mesma entrevista, Joaquim chegou a afirmar que o ato reuniu, em média, mil pessoas – longe do que as imagens mostram. “Lula é alvo deles, mas Lula é o nosso alvo para protestar a favor do povo”, disse Lapa, que também enfatizou a participação de mulheres no evento. Era aguardada a participação da vereadora recifense e pré-candidata ao Governo do Estado, Marília Arraes. Uma fonte revelou que ela estava em Carpina, mas não revelou o motivo da não participação da petista. (Imagem | Reprodução Internet)