Disputa pela presidência da Câmara de Limoeiro polariza entre Zé Higino e Juarez


Faltando pouco mais de dez dias para a posse dos eleitos, as articulações e acordos políticos de olho na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Limoeiro esquentaram ainda mais. Pelo andar da carruagem, a disputa ficará polarizada entre dois vereadores que estiveram no mesmo palanque nas eleições municipais deste ano: Juarez de Convales (DEM) e José Higino (PP). Apesar de a oposição ter elegido nove parlamentares dos 15 eleitos tem faltado união e articulação para garantir a presidência da Casa Professor Agripino de Almeida. Com isso, o caminho ficou aberto para os dois eleitos pela oposição. 

Juarez disse à nossa reportagem que é candidato e tem o apoio declarado do prefeito eleito Joãozinho (PSB). Com seis mandatos, o democrata tem buscado votos dos eleitos no palanque adversário. Já Higino disse que pode ser candidato ou apoiar. Mas a fala dele em entrevista à nossa reportagem deixa claro que o plano é candidatura. Tido como articulador nato, o advogado que já foi presidente da Casa, também tem corrido atrás dos votos. Nos bastidores, há sinais de que o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN) pode entrar no “jogo” e buscar apoio de alguns vereadores para eleger Zé Higino. (Imagens | TRE-PE)