Prefeito eleito de Limoeiro apresenta secretários da nova gestão


O prefeito eleito de Limoeiro João Luís Ferreira Filho (Joãozinho - PSB) anunciou oficialmente na noite desta quarta-feira (23), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Limoeiro (ACIL), o secretariado da futura gestão municipal, que assume a partir de janeiro de 2017. Cumprindo promessa de campanha, Joãozinho reduziu 3 secretarias: Cultura (fica agregada ao Turismo), Trânsito (passa a ser extensão da Administração) e Ciência e Tecnologia (entra na pasta de Educação e Esportes). Apesar de contar com candidatos ao cargo de vereador na equipe, ele disse que o critério das escolhas foi técnico.

Assume a secretaria de Administração o sobrinho do prefeito e advogado Antônio Neto, que atualmente ocupa o cargo de Gerente de Articulação Regional da Casa Civil, deixado por Joãozinho para ser candidato este ano. Um dos mais jovens da equipe, ele traz passagens em diversos escritórios, empresas e sindicatos na área jurídica.

A pasta de Finanças será responsabilidade do técnico financeiro Dioclécio Barbosa, com passagens na secretaria de Administração de Bom Jardim, nas gestões de João Lira e Miguel Barbosa. Ele também ocupou cargo de chefia na prefeitura do Cabo de Santo Agostinho e vem como “toque de experiência” em gestão pública.

Na secretaria de Turismo e Lazer será o maestro e produtor cultural Wellington Pereira, fiel articulador político do grupo da oposição. Ele é presidente da Sociedade Musical Santa Cecília e conhecido pela classe dos músicos pelos projetos e apresentações via Fundarpe e prefeitura do Recife.

O bancário e psicólogo Robério Melo (Berinho) vai comandar a secretaria de Educação e Esportes. Ele foi candidato a vereador e cogitado para Ação Social. Mas após reuniões, Berinho foi indicado para comandar o ensino municipal pela experiência quando de sua passagem na Educação de Gravatá e do Estado, além de atuar como professor universitário.

Já a secretaria de Desenvolvimento Social terá uma funcionária de carreira do município. A assistente social Lusia Alves tem experiência na área, inclusive com passagem pela gestão de Bezerros. Na administração de Luís Raimundo foi uma das cabeças pensantes e executoras dos projetos que ainda hoje são lembrados.

Para a pasta da Saúde o nome da vez foi o do experiente médico Roberto Hamilton. Ex-secretário na gestão de Luís Raimundo, ele é tido como especialista no Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, o médico trabalha em uma das Unidades de Saúde  da Família em Limoeiro.

Na Agência de Desenvolvimento (AD), o prefeito cumpre promessa de campanha e coloca um nome da classe. O escolhido entre os indicados pelo comércio foi o empresário do segmento de móveis e eletros Wellington Vasconcelos, ex-presidente da CDL. Atualmente, ele integra a nova diretoria da ACIL.

Na secretaria de Infraestrutura, o que muitos chamam de Obras, assume a primeira dama Fabíola Pimentel. Arquiteta de formação, a mulher do prefeito não quis atuar na Ação Social (como normalmente acontece) e optou por uma das pastas mais importantes e cobradas de uma gestão municipal.

Para Procuradoria Jurídica da prefeitura o nome escolhido foi o da advogada Angélica Vilanova. Atualmente presidindo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseccional Limoeiro e atuando no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a advogada assume o dia a dia jurídico da administração municipal.

O advogado Luís Carlos Barros vai presidir a Autarquia de Ensino Superior de Limoeiro, responsável pelas faculdades de Ciências Aplicadas de Limoeiro (FACAL) e de Ciências Jurídicas de Limoeiro (FACJUL). Ele foi presidente da ACIL e da Agência de Desenvolvimento (AD) na gestão de Luís Raimundo.

O vice-prefeito Marcelo Mota vai acumular o cargo com o de secretário de Agricultura. Agrônomo de formação, ele volta à pasta que comandou durante a segunda gestão de Ricardo Teobaldo (depois Thiago Cavalcanti). Funcionário de carreira do IPA, atualmente está lotado na secretaria Estadual de Agricultura e Reforma Agrária do Estado.

A Controladoria terá como coordenador o advogado Luis Roberto. No currículo ele traz a experiência como assessor jurídico de São Vicente Férrer, além de ser co-autor do livro Estudos Contemporâneos sobre o novo PCC. Especialista em Direito Público com Enfâse em Gestão, terá ainda a missão de administrar o Portal da Transparência.

Para administrar o Fundo de Previdência dos Servidores Municipal de Limoeiro  - LIMOEIROPREV, o prefeito anunciou o advogado e ex-deputado estadual, Assis Pedrosa. Militante histórico, o jurista também foi vereador de Limoeiro por dois mandatos. Pedrosa vem militando no campo das oposições na cidade há várias gestões.

E o primeiro diretor anunciado foi o comunicador Fernando Chagas. Ele assume a diretoria executiva de Comunicação e Imprensa. Com passagens pelas emissoras de rádio da cidade, com destaque para Rádio Difusora, hoje, Rádio Jornal, ele será o elo de ligação entre a administração e os veículos de comunicação.