População reclama de esgoto a céu aberto no centro comercial de Limoeiro


Fedentina, dejetos e risco de doenças em um só problema. No encontro da Avenida Santo Antônio com a Rua Dr. José Cordeiro, no Centro de Limoeiro, escorre um esgoto a céu aberto, e segundo feirantes do local, o problema se arrasta há muito tempo. A água suja escorre e se acumula em parte do canto da calçada da Igreja Santo Antônio. A nossa reportagem esteve no local, após ser acionada por um morador que parou perto para comprar flores quando seguia para o cemitério neste feriado de finados. “Isso não é admissível em lugar nenhum. Pior ainda na principal avenida da cidade e na porta da igreja”, disparou.

Questionamos alguns comerciantes sobre a origem da água suja. “Vem de vários prédios pela rede de esgoto que joga nos bueiros, inclusive a água suja do açougue e de banheiros. Não sou engenheiro não, mas acho que seja o cano entupido ou quebrado”, explicou um deles. Outro se mostrou preocupado com a imagem da cidade: “É desse jeito que vai receber turistas que vem participar das festas de janeiro?”. Quando os fiéis saíram da missa de finados as reclamações continuaram. “Tem noite que ninguém aguenta ficar na área da frente da igreja”, disse uma senhora. “Se o serviço for da prefeitura que faça, e se não for que faça o papel de cobrar de quem seja o responsável”, completou.