Moradores protestam contra demissão de dentista de PSF em Limoeiro


Três dias após o resultado das eleições, o prefeito de Limoeiro, Thiago Cavalcanti (PTB), iniciou uma série de exonerações de cargos comissionados e encerramentos de contratos. Servidores das secretarias de Assistência Social e Cidadania, Saúde e Infraestrutura são alguns que estão na lista de cortes. Uma das demissões que gerou muita revolta na manhã desta quarta-feira (05) foi a do dentista da Unidade de Saúde da Família (USF) do Bairro Nossa Senhora de Fátima, Everton César. Além dele, a auxiliar de consultório dentário e o motorista também foram demitidos. Durante a tarde, vários moradores estiveram na USF a procura de resposta. A nossa reportagem foi acionada e acompanhou a manifestação. Os participantes ficaram na porta do posto e foram unânimes contra a decisão do prefeito. 

De acordo com uma funcionária, que pediu para não ser identificada, em todo o município foram 8 dentistas e 8 assistentes. “Eu queria entender porque ele tirou o dentista do posto tão rápido depois de perder as eleições. Ele não pode pensar na política, mas sim no povo. Vamos ficar até o final do ano sem atendimento?”, questionou uma das moradoras. A nossa reportagem obteve no local a informação de que haverá rodízio de dentistas nas USFs. A redução do quadro, segundo a prefeitura, visa gerar economia para conseguir liquidar os débitos da administração. Nas redes sociais são registradas muitas críticas contra a decisão do prefeito.