Moradores criticam situação da imagem do Cristo de Limoeiro


Considerado um "cartão postal" do município de Limoeiro, a imagem do Cristo, na Serra do Redentor, está cada dia mais desgastada. Com características de abandono, a imagem perdeu a cor e uma mancha preta ocupa grande parte, como mostra a imagem recebida pela nossa reportagem. Vários projetos são falados para o mirante, mas tudo ainda no papel. Há oito anos o município tem uma Secretaria de Turismo, mas durante o período, apenas alguns poucos eventos religiosos foram realizados no local. Na cidade é muito comum ouvir pessoas afirmando que o "Cristo Redentor" podia ser explorado turisticamente com maior frequência, mas a falta de estrutura não permite. Em períodos pontuais, a exemplo da Semana Santa, a imagem e os arredores recebem uma atenção da prefeitura local. Famílias da Rua Pio XII, nas proximidades da escadaria, procuraram a nossa reportagem e criticaram a situação da imagem. "Sabemos que em tudo se coloca a dificuldade financeira, agora mandar dar uma mão de cal no 'Cristo' é coisa simples, é só querer", comentou um morador, que trabalha da prefeitura e pediu para não ser identificado.