Associação ingressa no MPPE para aumentar vagas do concurso de Orobó


A Associação Orobó em Ação (AOA) protocolou no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) um documento requerendo a análise do edital do concurso público da prefeitura de Orobó, no Agreste Setentrional. Segundo a entidade, a quantidade de 112 vagas disponíveis para o certame é bem menor do que a necessidade. O secretário da associação, Willame Leal, disse durante entrevista na Rádio Jornal Limoeiro, que fez um levantamento dos cargos contratados e comissionados dos últimos dois anos. Ele observou através de números disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), que foram mais de 400 nomeações, número bem superior ao número de vagas estabelecido no edital. A prefeitura só deve se manifestar quando foi notificada oficialmente pelo MPPE.

Sobre o Concurso – As taxas de inscrições custam R$ 40, 55 e 65 e devem ser realizadas exclusivamente pela internet, no período de 06 de junho a 17 de julho de 2016, através do site da banca organizadora do concurso: www.conpass.com.br. Neste site os concurseiros também encontram o edital completo. Há oportunidades são para procurador jurídico, assistente social, educador físico, enfermeiro, fisioterapeuta, médico, nutricionista, odontólogo, psicólogo, professor, técnico em enfermagem, auxiliar de saúde bucal e agente de saúde. As provas escritas serão realizadas no dia 25 de setembro de 2016, em horário e local a serem definidos para todos os cargos. O concurso terá validade de dois anos a contar da data de publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período. (Imagem | Divulgação)