Passira registra quase dois mil casos de Dengue e peixe surge como "solução"


No município de Passira os casos suspeitos de Dengue e Febre Chikungunia crescem de forma avassaladora. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, no último levantamento realizado no dia 23 de novembro, foram notificados 1.910 casos.   uma cidade de 29 mil habitantes, esse número pode ser considerado um surto. Ainda segundo a secretaria, os atendimentos aumentaram consideravelmente nos últimos dias no hospital local. Nos finais de semana, aproximadamente 250 pacientes são atendidos. Na maioria dos casos, as pessoas apresentando os sintomas de febre forte e dores na cabeça. 

De acordo com a secretária de Saúde de Passira, Fátima Lopes, um mutirão de limpeza foi realizado em vários bairros de Passira. No hospital, o atendimento foi reforçado com mais um médico no final de semana. “Mesmo assim continuamos enfrentando dificuldades. Esse problema da dengue não é uma particularidade de Passira, mas temos que promover ações para tentar controlar a situação. Não dispomos de muitos recursos financeiros, isso dificulta até a contratação de um plantão extra. Por isso estamos convocando a população para contribuir com as regras básicas de acabar com os focos de reprodução do mosquito”, disse a secretária.

Indagada sobre a utilização do carro fumacê, ela disse que os agendes de endemias estão atuando com as bombas costais. “Em relação ao carro fumacê, a gerência dele é de responsabilidade do Estado. Fizemos o pedido formal a Geres e estamos aguardando o envio. Mas lembro de que não adianta matar os mosquitos voadores e não acabar com os focos de reprodução, que muitas vezes estão dentro das casas”, alertou Fátima.

Peixe - Seguindo o exemplo do município de Riacho das Almas, a secretaria de Saúde de Passira está distribuindo peixes com as famílias dos bairros que apresentam o maior índice de casos de dengue. Alguns casais de filhotes foram doados pela secretaria de Riacho das Almas. "Como a reprodução é rápida, vamos coletar os filhotes e colocar em um reservatório que servirá de ponto para distribuição. Acredito que assim como em Riacho das Almas, vai dar certo em Passira", disse o secretário de Administração e Infraestrutura, Pereira Júnior.