Determinações para comercialização no São João de Limoeiro geram reclamação


O patrocínio máster do São João de Limoeiro será da Cervejaria Itaipava. Com isso, algumas exigências foram colocadas na mesa pela empresa. A mais comum não foge a regra: comercialização exclusiva dos produtos. Mas outras determinações não agradaram os comerciantes (barraqueiros e gasoseiros). Na reunião de definição realizada na tarde desta terça (02), na secretaria municipal de Cultura, os trabalhadores tiveram a informação de que terão que comprar as bebidas, obrigatoriamente, ao fornecedor da cervejaria, que fará a distribuição no parque de exposição. Segundo Rubens Melo, um dos que utilizou as redes sociais para reclamar, os comerciantes serão “revendedores” com direito a apenas 5% do valor das vendas. 

“Ela (patrocinadora) quer que venda a marca dela pra ela. Onde ela muito generosa que é vai pagar a simbólica porcentagem de cinco por cento”, postou Melo. Outra “grita geral” está relacionada ao gelo. De acordo com Rubens, para manter os produtos gelados os vendedores terão que comprar o gelo a patrocinadora. “Com isso vai crescendo a já grande desigualdade social”, completou. Segundo o secretário de Cultura, Radameis Moura, as solicitações dos comerciantes, entre elas, a de ter o direito de comprar o gelo em qualquer lugar, serão levadas ao prefeito Thiago Cavalcanti. O gestor definirá se o atendimento das reivindicações acontecerá ou não.