Desperdício de água na Estação de Tratamento da Compesa em Orobó


Em tempo de crise hídrica foi registrado desperdício de água na estação de tratamento da Compesa, no município de Orobó. O fato foi flagrado pelo presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Paulo Brito. De acordo com o presidente, a estação recebe água da Barragem Riacho Escuro para tratamento e distribuição com as famílias de Orobó. Mas de forma contraditória, algumas casas estão sem receber água nas torneiras há mais de três meses, enquanto um cano da Compesa jorra água 24 horas por dia sem destino. Durante entrevista concedia à Rádio Jornal Limoeiro, Paulo disse que ao perguntar ao funcionário da ETE o motivo do desperdício, ele respondeu que faltam funcionários para operar as máquinas de tratamento.(Imagem | Reprodução Facebook)