Saiba e utilize o Serviço de Alerta de Documentos da CDL Limoeiro


Não há nada mais desconfortável do que perder os documentos pessoais, sem esquecer os casos de roubo ou furto. Mas o desconforto não se caracteriza apenas pela burocracia e perca de tempo em emitir uma segunda via. Atualmente, a preocupação maior foca a possibilidade de o seu documento ser utilizado indevidamente por estelionatários. Por isso, para evitar uma dor de cabeça, além do cuidado natural que o cidadão deve ter com os documentos pessoais, é importante saber da existência do Serviço de Alerta de Documentos Furtados, Roubados e Perdidos.

Infelizmente, o serviço é pouco utilizado pelo cidadão brasileiro. Excelente instrumento para reduzir o uso de documentos por terceiros o alerta é dado pelos bancos de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa. Na Câmara dos Dirigentes Lojistas de Limoeiro (CDL), em um ano, menos de 10 solicitações são registradas. A discreta divulgação e a tradição de apenas registrar a falta do documento nas delegacias contribuem para que o serviço de alerta passe despercebido.

Para incluir no serviço de alerta de roubo do SPC, o interessado deve procurar uma unidade da CDL munido do Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Civil e solicitar a inclusão no sistema. E o melhor: a pessoa não paga nada pelo serviço. A oferta é tratada como uma “utilidade pública” pela CDL. A partir do registro da informação no sistema, os dados são compartilhados na rede nacional. Minutos depois, diante da consulta do nome da vítima, o sinal de alerta aparece – reduzindo possibilidade de uso indevido do nome do cliente.

Em Limoeiro, o serviço pode ser utilizado na CDL local, localizada à Rua Francisco Atelano, 286, no Centro. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 13h. O serviço também pode ser alcançado via internet. De acordo com o site do Serasa, para colocar o alerta no portal www.serasaexperian.com.br, a própria pessoa acessa o ícone “monitorar cpf” na página de abertura e quando abrir nova página o ícone “documentos perdidos/roubados” na lista de coberturas do serviço. O procedimento também é gratuito. Em ambos os casos, os órgãos precisam ser avisados caso haja recuperação dos documentos. (Imagem Ilustrativa | Reprodução Internet)