Curso de Direito será a nova opção da FACAL


A secretária de Educação de Limoeiro e presidente da Autarquia de Ensino Superior de Limoeiro (AESL), Rosejara Ramos, informou na tarde desta quinta (03), que a Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro (FACAL) deu início oficialmente ao processo de implantação do curso de Direito. O protocolo de intenção foi assinado pela secretária e pelo prefeito Ricardo Teobaldo. Segundo Rosejara, a documentação necessária para apresentação ao Conselho Estadual de Educação está pronta – a qual será anexada ao projeto de reestruturação dos prédios da faculdade e dos anexos. 

A secretária revelou que a vocação universitária unida aos instrumentos jurídicos existentes no município contribuíram para a escolha do curso. Ela citou o Poder Judiciário (com as varas Cível e Criminal), as Defensorias Públicas, a Subseccional da OAB, a Vara do Trabalho, os 25 escritórios de advocacia, a unidade prisional, além das delegacias municipal e regional e a Companhia Independente da Polícia Militar. “Limoeiro possuiu todos os pré-requisitos, regionalmente falando, para que a cidade tenha o curso de Direito”, disse a presidente da Autarquia.

De acordo com a secretária, a faculdade vem trabalhando no tocante a viabilidade das ações infraestruturais e melhorias internas. Esse trabalho tem o objetivo de agendar uma vistoria do Conselho e, consequentemente, a homologação do curso. Em relação as mensalidades, Rosejara Ramos disse que uma pesquisa foi feita e os valores devem variar entre R$ 560 e 600. A previsão da AESL é realizar o primeiro vestibular em janeiro do próximo ano, ofertando, inicialmente, 100 vagas. A contratação dos professores, segundo a secretária, será feita através de seleção simplificada. Ela ainda adiantou na lista da entidade, o curso de Psicologia é a próxima opção.