SAMU Limoeiro começa operar com unidades básica e avançada

Imagem | Valdir Gomes (PML)

A espera acabou! Foi inaugurado na tarde desta quinta-feira (1º), em Limoeiro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), cujo objetivo é o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. Instalado na Avenida Jerônimo Heráclio, entrada da cidade, o SAMU vem atender a antigas reivindicações dos munícipes, antes carentes de um atendimento móvel de urgência.

A base na cidade dispõe de duas unidades, sendo uma básica e uma avançada. A básica atuará no território municipal (sede e zona rural), enquanto a avançada, que conta com UTI, atenderá a cinco municípios da região: Orobó, Feira Nova, Cumaru, Passira e Salgadinho. “Essas instalações na região fazem parte do plano de universalização do SAMU. O governo (do Estado) pretende cobrir cem por cento todos os municípios pernambucanos”, disse o secretário estadual de Saúde, Antônio Figueira, durante a inauguração.

O SAMU está entre as ações mais reconhecidas do SUS, o que tem gerado expectativas positivas na entre os usuários. Segundo a coordenadora da base, Edna Loiola, os chamados serão interligados com a central de atendimento, instalada no Recife. “Não existirá intervenção de ninguém nos atendimentos. Todas as solicitações serão encaminhadas a central, que de imediato aciona a base local, lembrando que todo chamado deve ser pelo um-nove-dois”, explicou. “O tempo que a pessoa possa perder vindo até a base, ela deve ligar para um-nove-dois”, reforçou.

O socorro começa com a chamada gratuita, feita para pelo número 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e transferem o telefonema para um médico regulador, que faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações. De acordo com a situação do paciente, o médico pode orientar a pessoa a procurar um posto de saúde, enviar ao local uma ambulância com auxiliar de enfermagem e socorrista ou uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. 

O serviço funcionará 24 horas por dia com equipes de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas, que atendem as ocorrências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população. De acordo com o secretário de Saúde de Limoeiro, Orlando Jorge, a base municipal conta com 7 médicos, os quais se revezarão nos plantões. Toda a estrutura necessária para instalação da base do SAMU foi montada pela prefeitura. “Não fechamos em nenhum momento. São vinte e quatro horas por dia nos sete dias da semana”, garantiu Orlando.

Saiba Mais - Criado em 2003, como parte da Política Nacional de Atenção a Urgências, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) tem ajudado o Estado brasileiro a reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro. O Ministério da Saúde prevê a implantação do serviço em todos os municípios brasileiros, respeitadas as competências das três esferas de gestão (Estado brasileiro, estaduais e municipais). A União entra com uma contribuição mensal a municípios e estados com projetos aprovados de SAMU, bancando 50% do custeio desses serviços.