Páginas

Campanha alerta sobre oferta de vacinas falsificadas contra a Covid-19


A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, está analisando mais de duas mil páginas virtuais suspeitas de oferecer falsas vacinas contra a Covid-19, o que acaba induzindo o consumidor ao erro. Por conta disso, a Senacon lançou uma campanha em parceria com o Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP) para alertar a população sobre a comercialização de vacinas para combater a doença sem procedência e registro necessário.


Na campanha lançada nas redes sociais, a população é orientada sobre a exclusiva distribuição das vacinas pelo Ministério da Saúde. No momento, apenas o poder público pode fornecer o imunizante. As vacinas adquiridas pela União estão sendo enviadas aos governos estaduais, que por sua vez repassam aos municípios. Diversas denúncias foram registradas na Senacon sobre a venda de vacinas contra o coronavírus. Para denunciar, o cidadão deve acessar a ouvidoria do Ministério da Justiça.