Protestos e abastecimentos prioritários marcam o início da semana no Agreste


Na manhã desta segunda-feira um bloqueio foi registrado na Região do Agreste Setentrional. Manifestantes interditaram a Rodovia PE 50, no trecho entre as cidades de Feira Nova e Glória do Goitá. No início da tarde mais um protesto foi registrado, dessa vez na Rodovia PE 90, entre Limoeiro e Lagoa do Carro. Um posto em Limoeiro, localizado as margens da Rodovia PE 90 (na frente da UPAE) recebeu combustível no final da manhã, mas a prioridade são as ambulâncias e as viaturas da polícia, além de caminhões de coleta de lixo e da Operação Pipa do Exército.

Uma grande fila de carros e motos foi montada na frente do posto, com condutores, principalmente mototaxistas, na esperança de conseguir abastecer. No Hospital Regional de Limoeiro, alguns médicos conseguiram chegar ainda no período da manhã para iniciar os atendimentos: “Conseguiram chegar dois clínicos, um pediatra, um obstetra e um anestesista. Estamos sem cirurgião e sem ortopedista”, informou a diretora da unidade, Elizabete Fonseca. De acordo com a diretora, a água mineral disponível na unidade atende até esta segunda. Gases medicinais, gerador e gás de cozinha estão normalizados. As cirurgias eletivas marcadas para 28 de maio foram canceladas e a ambulância UTI está com o tanque cheio.

Protesto – Na manhã desta segunda-feira, um grupo de estudantes e profissionais liberais do Movimento Resistência Democrática realizaram um protesto pacífico pelas ruas de Limoeiro, criticando as medidas adotadas pelo governo federal e apoiando a paralisação dos caminhobeiros. A movimentação não alterou a rotina da cidade. (Imagem | Reprodução Internet)