Coluna Política | Oposição colhe frutos da indefinição e dos egos


Nos preparativos para disputar o cargo de governador de Pernambuco, o grupo da situação foi objetivo e lançou a pré-candidatura de Paulo Câmara (PSB) à reeleição. Numa possível terceira via – a vereadora recifense Marília Arraes (PT) segue circulando pelo o estado massificando o nome, mesmo com a indefinição interna do partido. Já no campo das oposições, a única certeza é a incerteza. Parece complexo, não é? Mas a indefinição de um nome unânime não tem sido saudável para o grupo.

Nos corredores de Brasília, a justificativa é de que essa demora seria aguardando Câmara definir a chapa completa, daí sobrando alguém ou alguns insatisfeitos, gerando a possibilidade de mudança de lado. Mas há quem arrisque que a indefinição é falta de alinhamento interno, ou seja, cada um que queira assumir a cabeça. E nesse “agora não”, eles já começam a ver Marília passando nas pesquisas. Será que o ego vai ser balde de água fria para Armando (PTB), Fernando Bezerra (MDB), Mendonça (DEM) e companhia limitada?

Carta na Manga – Ainda sobre a cadeira política mais importante do Estado, não podemos deixar de falar do ex-prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB). Com o maior tempo de TV, o partido vai “vender” caro o apoio. Elias tem segurado a tese de pré-candidato, mas muitos aliados afirmam que recua se estiver na majoritária como vice-governador. Ainda não sendo, teria voz para sugerir a vaga para disputar uma cadeira no Senado. O presidente da sigla, deputado federal Bruno Araújo, tem articulado com cautela

Aglomerado – O pré-candidato a deputado estadual Diogo Prado (PSC) não perdeu tempo em Limoeiro e visitou todas as bases. Isso lhe rendeu o apoio de 4 vereadores e 5 suplentes. No grupo dele tem políticos da situação, da oposição, dos que se colocam como neutros e até de quem estava cá e agora foi pra lá. Sem alarde, as articulações continuam e mais um ou dois vereadores da base de situação podem pintar nas próximas fotos.

Articulando - O deputado federal Marinaldo Rosendo (PP) participou da filiação do deputado estadual João Eudes (ex-PDT) ao Partido Progressista. Agora, o deputado Eudes vota em Marinaldo para Federal. Esta parceria vai fortalecer a legenda e tem o apoio do presidente estadual do PP, o deputado federal Eduardo da Fonte. Diferente de 2014, com Eduardo Campos em vida, Rosendo se mantém bem longe do PSB.

Rapidinhas

Vai dá PT – Durante entrevista à Rádio Jornal Limoeiro, a deputada Tereza Leitão (PT) defendeu a candidatura própria do partido ao governo de PE e afirmou que votará em Marília Arraes.

Nos braços – O prefeito de Vitória, Aglailson Jr. (PSB), tem levado o filho Vitor à tira colo nas secretarias estaduais e, claro, não pode faltar a foto nas redes sociais. A estratégia faz parte da pré-campanha do jovem a estadual.

Fumaça e Fogo – Do grupo de apoio a Diogo Prado sairá um candidato a prefeito de Limoeiro em 2020?