Zé Higino e Ciciu deixam grupo político do prefeito de Limoeiro

Imagem | Folha de Limoeiro
Depois de alguns momentos de desgastes de relacionamento entre prefeitura de Limoeiro e Câmara de Vereadores, o prefeito João Luís (PSB) teve a primeira baixa na sua base governista. Pouco mais de um ano após conquistar o apoio de cinco vereadores eleitos no palanque adversário – antes de iniciar a gestão – agora o gestor vai deixar de contar com o apoio político de dois que estiveram desde a campanha. Os vereadores José Higino (foto) e Ciciu de Salobro, ambos do PP, decidiram deixar o grupo da situação, segundo um vereador que esteve com os dois quando da decisão. O prefeito também perde o apoio da sigla progressista. 

Atualmente, Ciciu ocupa a segunda secretaria da mesa diretora da Casa Professor Agripino de Almeida. Os dois ainda não se pronunciaram sobre o assunto. Com a saída de Higino e Ciciu, a bancada de situação fica com nove vereadores: Juarez (DEM), Bau (PTB), Beto de Washington (PROS), Zélia de Ribeiro do Mel (PTN), Marquinhos Paz (PTB), Jairo do Cedro (PSB), Ronaldo (PTdoB), Zózimo (PRB) e Batalha (PSB). Já a oposição passa a contar com seis: Roberto Galvão (PSD), Luís Antônio (PTB), Marcos Sérgio (PSD), Daniel (PTB), Ciciu (PP) e José Higino (PP).