Vereador diz que oposição não é culpada pelo fim de contratos da Educação em Limoeiro


O vereador Robertinho Galvão (PSD) publicou em sua página no Facebook uma nota de esclarecimento em nome do grupo de vereadores que formam a oposição em Limoeiro, sobre o encerramento dos contratos de trabalho firmados entre a Secretaria de Educação de Limoeiro e os universitários de diversas áreas, entre elas, educação física. Os estudantes tiveram os contratos de professor descaracterizados e passaram a ser contratados como estagiários. A situação diminuiu consideravelmente os valores recebidos pelos universitários. Na postagem, Galvão esclarece que a decisão não partiu de denúncias da oposição, como alguns estudantes o questionaram. Ele pede ainda que a secretaria esclareça o fato para os contratados. Confira abaixo a nota na íntegra:

"Pessoal, venho utilizar esse espaço para um esclarecimento. Fui procurado por alguns estudantes de Educação Física e de outras áreas, e que estão a serviço da Secretaria de Educação de Limoeiro, me questionando sobre uma possível denúncia que teria sido feita pela oposição quanto ao fato de eles já estarem atuando como professores. Segundo os estudantes, essa teria sido a justificativa da secretaria para o fato de eles terem tidos os contratos cancelados pela prefeitura e, em seguida, serem contratados como estagiários, o que diminuiu o valor dos proventos, ou seja, tiveram o vínculo de trabalho firmado com o município descaracterizado.

Não vou entrar no mérito da normativa educacional, isso cabe à secretaria. Vejo como atitude louvável a parceria firmada com o Centro Integrado Empresa Escola (CIEE), mas ao mesmo tempo analiso como incorreto o encerramento de um contrato já firmado, tendo em vista esses contratos de estudantes a partir do quinto período ser uma prática comum de outras gestões, inclusive, por parte do Governo do Estado. O que me deixa ainda mais triste é a forma como querem justificar aos universitários.

Pelos relatos, entendo que a administração quer jogar a incompetência de lidar com a situação no "colo" da oposição. Digo isso com a certeza de ter ido a Promotoria e a Comarca de Limoeiro para confirmar com as autoridades que não existe nenhuma denúncia nesses locais. Portanto, espero que os gestores assumam as deficiências com a clareza dos fatos, e não jogando a culpa nos vereadores que não tem. Que os estudantes/estagiários entendam que o nosso papel é defender as classes e lutar pelos direitos, não sendo nosso objetivo prejudicar ninguém".