Corpo de Bombeiros segue para Surubim diante do silêncio dos políticos de Limoeiro


Em um período de uma semana dois incêndios em Limoeiro. Graças à coragem e disposição de voluntários o pior não aconteceu. Entre eles, guardas municipais, bombeiros civis e populares. Mas vamos continuar assim? O tão sonhado Corpo de Bombeiros não será instalado em Limoeiro como foi anunciado em um passado não tão distante. Até terreno as margens da PE 90 havia sido doado ao Estado, mas a decisão política falou mais alto em favor de Surubim. Tudo bem que o CB será regional, contudo, o mesmo tempo que os bombeiros levam para chegar de Vitória por aqui, será o mesmo saindo de Surubim, ou seja, mudam as rotas e permanece a dificuldade.

A mudança do local de instalação aconteceu sem nenhuma consulta ao povo limoeirense, já que a promessa inicial seria aqui. Simplesmente, deputados aliados articularam e ponto: é em Surubim com martelo batido e ponta virada. O silêncio entre os políticos de Limoeiro reinou e ainda reina, independente de lado. Tantos deputados levaram votos da nossa gente e neste momento nenhum para abrir a boca e puxar a sardinha para o nosso lado. Lá também merece, mas porque tudo muda de plano tão rápido? Pergunta que não quer calar!

Bom, como não podemos lamentar o leite derramado, como diz o dito popular, vamos sugerir. Temos dezenas de bombeiros civis que são capacitados por militares e querem trabalhar. Passou da hora da instalação de uma Brigada de Bombeiro Civil. Em São Vicente Férrer tem uma experiência positiva e que serve de exemplo. Lá tem menos habitantes do que Limoeiro e conseguiu. Os moradores ajudam com um real na conta de energia ou água para manutenção dos serviços, além do apoio da prefeitura local.