PSD Limoeiro faz balanço dos resultados e planos para a oposição


Para fechar o ciclo político do ano de 2016, o Partido da Social Democracia (PSD – Diretório Municipal Limoeiro) reuniu no dia 30 de dezembro, filiados, diretores e políticos para um balanço dos resultados alcançados nas últimas eleições. O encontro foi em tom de confraternização, mas o assunto política não deixou de ser o “prato principal”. Os dois vereadores eleitos pela sigla, Robertinho Galvão e Marcos Sérgio, recepcionaram integrantes do grupo que esteve no campo da situação até o final do ano. A reunião aconteceu em um condomínio as margens da Rodovia PE 90, na Comunidade de Gameleira.

Entre os presentes estiveram o presidente local do PSD, Orlando Jorge, os vereadores Daniel do Mercadinho e Luís Antônio, ambos do PTB, o deputado federal e presidente do PTN Estadual, Ricardo Teobaldo, o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Limoeiro e presidente do PR, José Félix, além do prefeito de Feira Nova, Danilson Gonzaga (PSD). Em seu discurso, Teobaldo deixou claro que os 4 parlamentares presentes representam a oposição na Casa Professor Agripino de Almeida, enquanto Orlando Jorge batizou de “Grupo da Resistência”, já que os outros 5 vereadores eleitos na base migraram para o grupo adversário capitaneado pelo prefeito Joãozinho (PSB).  

Os discursos continuaram e não fugiram a regra: futuro político. José Félix destacou a importância de uma oposição firme e respeitosa. O vereador Marcos Sérgio lembrou a responsabilidade dos quatro em representar os interesses do povo, ao mesmo tempo Robertinho Galvão ressaltou o compromisso de continuar no grupo que foi “gerado”. O empresário Lula Santos foi mais objetivo e disparou: “O futuro prefeito de Limoeiro está neste encontro. Não sei o nome ainda, mas tenho certeza que sairá deste grupo”. (Imagem | Paulo Pinto | Divulgação)