Município de Salgadinho conta com 2 policiais e viatura quebrada há mais de 10 dias


Com aproximadamente dez mil habitantes, a população do município de Salgadinho, no Agreste Setentrional, convive cada vez mais com o sentimento da insegurança. De acordo com moradores, a cidade conta com apenas dois policiais militares por plantão e a única viatura do destacamento local está quebrada há mais de dez dias. Com a precariedade na segurança pública, a onda de assaltos voltou a assustar a cidade, que se destaca no turismo pelas águas thermais. Na noite desta quinta-feira (22), o alvo foi a família da vereadora eleita Josefa Severina, mais conhecida como "Joelma de Olegário. Uma dupla de assaltantes invadiu a propriedade da família dela, no Sítio Queimadas. 

Ela relatou nas redes sociais que os bandidos estavam armados e chegaram a colocar as armas nas cabeças de outras pessoas que estavam no local. Os suspeitos roubaram vários aparelhos celulares e fugiram. A vítima disse ainda que um deles estava com o capacete na cabeça e outro encapuzado. Um vereador de Salgadinho, que pediu reserva na identificação, disse que a viatura está baixada com problemas mecânicos. De acordo com o comando da VI Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), responsável pela cobertura de Salgadinho, não há previsão para o retorno da viatura. No caso de ocorrências, o destacamento local pede apoio da viatura do vizinho mais próximo, neste caso, o município de Passira. (Imagem | Divulgação)