Eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Limoeiro será com voto aberto


Toda votação para a escolha da mesa diretora da Câmara Municipal de Limoeiro será aberta à população. Antes o que era “voto secreto” - deixou de ser com a aprovação do requerimento 497/2016, apresentado pelo vereador Luiz Severino Bezerra de Melo (Luís do Matadouro - PSB) e aprovado na sessão ordinária desta terça-feira (13). O documento será anexado ao regimento interno da casa. Como justificativa, o vereador, que não conseguiu a reeleição para o cargo, disse que o pedido de voto aberto atende a reivindicação dos vereadores e da população. "Dessa maneira é transpartente e exerce o direito da democracia", disse Luiz. Com a decisão, a próxima eleição para presidente do Legislativo, que acontece no dia primeiro de janeiro de 2017, será diretamente aos olhos da população. 

Anteriormente, os vereadores depositavam a cédula em uma urna colocada no plenário, que só era aberta no momento da contagem dos votos. O voto aberto vai obrigar o vereador a revelar sua opção. Esse modelo de votação também “pressiona” o parlamentar a cumprir os acordos firmados durante as articulações políticas. Juridicamente, um advogado disse à nossa reportagem que para alterar o regimento interno e, consequentemente, mudar as normas da eleição para mesa diretora, só poderia ser através de um Projeto de Resolução votado antes das eleições municipais. O jurista disse que não quer polemizar e, por isso, pediu reserva na identificação, mas acredita que apenas o requerimento não terá validade.