Zé Humberto assina nota que exclui prefeito eleito de Camaragibe do PTB


As recentes declarações dadas pelo prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira,(PTB) não agradaram nenhum um pouco a cúpula da executiva estadual do partido. Meira deixou transparecer que, dependendo do sinal do governador Paulo Câmara, a qualquer momento voltará aos braços do PSB, partido que ele deixou alegando "traição". Através de nota oficial da Direção Estadual do PTB, assinada pelo presidente, deputado José Humberto Cavalcanti (direita), o partido resolveu excluir Meira de seu quadro. Para os petebistas, o novo prefeito de Camaragibe revelou total descompromisso do ponto de vista partidário, em atos registrados nas últimas semanas. Confira abaixo a nota do PTB Pernambuco: 

"A Direção Estadual do PTB, diante das reiteradas posturas reveladoras de total descompromisso do ponto de vista político partidário, registradas nas últimas semanas pelo prefeito eleito de Camaragibe, Demóstenes Meira, resolve excluí-lo do nosso quadro. Vale ressaltar que Meira abandonou o PSB, em 2014, dizendo ter sido traído pelo partido, após os socialistas marcharem com a candidatura do atual prefeito Jorge Alexandre (PSDB). E agora Meira, ao que parece, pretende voltar para o mesmo PSB, dessa vez na condição de “traidor”, após ter encontrado guarida no PTB, partido que o ajudou a se eleger no município. Essa posição demonstra a mais cristalina prática do “adesismo” na política, de absoluto desapreço com compromissos de natureza programática, e foi tomada à revelia de dirigentes e lideranças dos partidos que integraram a coligação que o levou à vitória na eleição deste ano". (Imagens | Divulgação)