Marcelo Motta surge como opção técnica e econômica para Agricultura


Na montagem do novo secretariado do município de Limoeiro, o vice-prefeito eleito Marcelo Motta (PSB) pode voltar a comandar a secretaria municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca. Se depender da vontade pessoal dele a resposta é positiva. Marcelo disse a nossa reportagem que coloca o nome à disposição como opção. “Quero continuar trabalhando pelo município, e como me identifico muito com a zona rural, acredito que posso contribuir para as comunidades”, enfatizou Motta. Agrônomo de formação, o vice-prefeito passou pela mesma cadeira no período de 2013 até o início de 2016. Ele deixou a prefeitura no primeiro semestre, para ocupar uma coordenadoria na secretaria estadual de Agricultura, ao mesmo tempo passou a integrar o grupo de oposição. 

O prefeito eleito Joãozinho (PSB) ainda não oficializou nenhum nome. Dentro da proposta de redução de secretarias e cargos comissionados, o nome de Marcelo Motta surge como opção técnica e econômica para a pasta. Caso do agrônomo seja confirmado como secretário, ele receberá apenas o salário de vice-prefeito, como determina a legislação municipal. Outros casos semelhantes aconteceram no município. Em 2005, a vice-prefeita Virgínia Aquino acumulou o posto de vice e a secretaria de Educação. Em 2013, o então vice-prefeito Thiago Cavalcanti passou pela secretaria de Administração. No ano seguinte, com a renúncia de Ricardo Teobaldo, Thiago passou a ocupar o cargo de prefeito, oficialmente.