Polícia apreende botijões de gás e Dui do Bujão nega venda ilegal em Jaboatão


No final da tarde da última sexta (13), a Polícia Civil (Delegacia de Ordem Econômica) divulgou a apreensão de mais de mil botijões de gás de cozinha em um depósito na cidade de Jaboatão dos Guararapes. De acordo com a polícia, o ponto de vendas é de propriedade do empresário Eduardo Gabriel, popularmente chamado de “Dui do Bujão”. Ele é o vice-prefeito do município de Orobó e tem depósitos de gás em algumas cidades do Estado. Segundo a fiscalização, a revenda não apresentava autorizações dos órgãos de segurança para funcionar e isso caracteriza venda ilegal. A polícia não informou quem recebeu o produto apreendido como fiel depositário. 

Em entrevista concedida ao programa Revista da Manhã, na Rádio Jornal Limoeiro, o empresário apresentou os documentos que, segundo ele, permitem o funcionamento, inclusive o alvará definitivo emitido pela prefeitura de Jaboatão. Dui também apresentou a licença de autorização da Agência Nacional de Petróleo (ANP), órgão que regulamenta a venda do gás, publicada no Diário Oficial. Indagado sobre a irregularidade detectada pelos policiais, ele disse que a fiscalização cobrou o laudo do Corpo de Bombeiros e do CPRH. Mas baseado na normativa da ANP, o comercante disse que algumas prefeituras emitem o alvará sem esses documentos, permitindo funcionar normalmente.

Dui do Bujão também revelou que antes, os mesmos policiais haviam fiscalizado um depósito dele em Carpina e a questão foi parar na justiça. “Provei que não havia irregularidade. Estou no ramo há vinte e cinco anos, pago os impostos e o que conquisto é com o suor do meu trabalho. Coletei as provas e mostrei que estava trabalhando corretamente. Inclusive, consegui na justiça a devolução dos botijões. Não quero acreditar que seja perseguição, mas acredito sempre na justiça”, disse o empresário.

Perguntado se a situação exposta na imprensa estadual comprometerá seus projetos políticos, o vice-prefeito de Orobó disse que “não”. “As pessoas me conhecem, sabem como trabalho. Fico com a imagem arranhada, mas em breve estarei retornando e provando que não existe irregularidade. Sempre dividi minha vida no comércio com a política. Algumas pessoas querem misturar, mas os amigos, os oroboenses, os clientes e fornecedores sabem da minha história”, finalizou. (Imagem | Reprodução TV Globo)