Municípios do Agreste Setentrional debatem soerguimento da cajucultura


Teve início da manhã desta terça (24), no auditório da Escola Técnica de Surubim, o I Seminário da Cajucultura do Agreste Setentrional. Na quarta (25), o seminário prossegue no plenário da Câmara Municipal de Casinhas. Durante dois dias, representantes dos municípios de Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Bom Jardim, Frei Miguelinho, Casinhas e Surubim debatem e sugerem ações de trabalho para o soerguimento da cajucultura na região, através da introdução do caju anão precoce.

O seminário é uma iniciativa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMPRAPA) com o apoio da Secretaria Estadual de Agricultura. Na programação constam palestras, debates, oficinas e minicursos. De acordo com os organizadores, o seminário vai possibilitar a troca de experiências adquiridas durante visitas realizadas, ainda no primeiro semestre, aos centros experimentais dos estados do Piauí e do Ceará. 

A Federação das Micro e Pequenas Empresas do Estado de Pernambuco (FAMPEC) também participará do evento. A entidade será a ferramenta de orientação e fomento de recursos, visando a organização dos cajucultores agrestinos. Mesmo diante da crise hídrica, os técnicos agrícolas e produtores rurais acreditam que a atividade ainda seja um caminho viável para a economia local. (Imagem | Embrapa | Divulgação)