Limoeiro realiza operação de combate ao mosquito transmissor da Dengue


Os casos de dengue aumentam a cada dia nos municípios pernambucanos. Em Limoeiro a situação não é diferente. Com a chegada do larvicida, esperado pela população por mais de 15 dias, os agentes de endemias voltaram a atuar diretamente nas casas. Diante do surto, a secretaria municipal de Saúde iniciou nesta segunda (23) uma operação de combate ao mosquito. Na ação, agentes de endemias e de saúde estão envolvidos no trabalho de orientação e conscientização das famílias.

De acordo com o coordenador do Comitê Municipal de Combate as Endemias, Francisco Barbosa, a operação será intensificada nos bairros com maior índice de infestação predial. “Começamos pelo Bairro João Ernesto e vamos atuar em todas as localidades. O setor da Serra do Redentor apresentou o maior índice e isso merece uma atenção ainda maior. Vamos atuar com todas as ferramentas disponíveis, mas lembrando que não adianta derramar um caminhão de larvicida se o morador não fizer a sua parte contribuindo com a eliminação dos focos”, alertou Barbosa.

Com o levantamento realizado pelos agentes, as bombas costais e o carro fumacê voltarão ser utilizados nas primeiras horas do dia e nos finais de tarde nos bairros mais preocupantes. Segundo dados da secretaria de Saúde de Limoeiro, este ano já foram notificados mais de 1600 casos suspeitos de dengue. Desse total, mais de 1.200 foram confirmados através de exame clínico ou laboratorial. (Imagem | Secretaria de Saúde | Divulgação)