Mulher agride policiais durante festa pública em João Alfredo


Dois policiais militares foram agredidos durante o encerramento da festa de emancipação política de João Alfredo. De acordo com informações do 22º Batalhão da Polícia Militar (BPM), os militares apreenderam um adolescente de 15 anos que estava brigando no evento e provocando tumulto. No posto de comando, a tia do menor, a auxiliar de logística Maria Roberta Felipe Santiago, 28 anos, residente em Paulista, Região Metropolitana do Recife, começou a gerar tumulto indignada com a apreensão do sobrinho. Ao ser repreendida verbalmente pelos policiais, ela passou a proferir palavras desrespeitosas e desafiou os PMs em realizar a prisão dela. 

Ainda segundo o policiamento, quando foi dada voz de prisão, Roberta agrediu um policial com tapa na face e mordeu o rosto do outro. A acusada foi encaminhada à Delegacia de Surubim e mesmo algemada continuou agredindo verbalmente o efetivo. De acordo com a polícia, outro agravante é que o menor revelou que a tia havia dado dinheiro para ele comprar bebida alcoolica durante a festa. A auxiliar de logística foi autuada em flagrante por desacato, desordem e resistência e, em seguida, recolhida a Colônia Penal Feminina Bom Pastor, no Recife, onde ficará a disposição da Justiça.