Secretaria fiscaliza mototaxistas e recolhe veículos irregulares em Limoeiro


Através de nota, a secretaria de Segurança Cidadã, Justiça e Trânsito de Limoeiro comunicou que a partir do dia 27 de julho acontecerá uma fiscalização aos mototaxistas que não realizaram o último recadastramento. O documento assinado pelo secretário Coronel Alberto Felipe destaca que a ação será conjunta entre a Guarda Municipal (GM), Polícia Militar e Detran. De acordo com o secretário, os mototaxistas que não fizeram o recadastramento estão desobedecendo a Lei Municipal 2293|12 e o Artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

A irregularidade incide em multa, 4 pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e retenção do veículo para regularização. Ainda na nota, a secretaria orienta a população do município a utilizar, exclusivamente, a partir do próximo dia 27, mototaxistas com colete refletivo na cor verde, além de motos e capacetes adesivados com o número do cadastro. Segundo o secretário, a ação visa combater a “pirataria” entre os mototaxistas. Quem for flagrado exercendo a atividade sem atender as leis poderá responder criminalmente por exercício ilegal da profissão.

Recolhimento – Durante entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro, o coronel lembrou que na mesma data da fiscalização começará o trabalho de recolhimento de veículos estacionados de forma irregular. O principal foco será as motocicletas de 50cc (cinquentinhas). Rotineiramente, elas são encontradas estacionadas em locais proibidos ao longo do centro da cidade. Em caso de recolhimento, o proprietário pagará R$ 79 do serviço de reboque, além das despesas com o depósito. (Imagem | Divulgação)