Marina Silva deixa neutralidade e vai de Aécio Neves


Diferente de 2010, quando optou pela neutralidade no segundo turno das eleições para presidente da República, a professora Marina Silva (PSB), terceira colocada no primeiro turno das Eleições 2014, decidiu que apoiará Aécio Neves (PSDB) nesta disputa para o cargo mais importante do País. A socialista bateu o martelo neste domingo (12), um dia após a viúva de Eduardo Campos, Renata, também declarar seu apoio ao tucano.

Especialistas políticos afirmam que, a decisão de Mariana, uma semana após o resultado das urnas, não terá o mesmo valor se fosse no quente, ou seja, na noite do último domingo (05), quando as apurações apontavam segundo turno para presidente. Contudo, o mineiro garantiu uma série de compromissos sociais, que motivou ainda mais o sinal verde da senadora. Marina se junta ao pastor Everaldo (PSC) e Eduardo Jorge (PV) nesta reta final de campanha. (Imagem | Reprodução Internet)