Integrantes da Juventude do PSDB no Recife reafirmam apoio a Armando

Punidos com a perda dos seus cargos por declararem apoio à candidatura de Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado, o ex-presidente da Juventude do PSDB do Recife, Rodrigo Barros, e o ex-secretário de Assuntos Estratégicos, Piero Sial, lamentaram a decisão da Executiva Estadual da Juventude do PSDB de Pernambuco. Classificando a punição como “monocrática”, Barros e Sial reafirmaram a adesão à campanha de Armando.

“Nunca deixamos de seguir a linha do partido, incluindo o apoio a Aécio Neves para presidente. O PSDB é maior do que essas brigas”, disse Barros. “Mas não pretendemos sair do partido”, esclareceu Sial. Afirmando ainda que o apoio a Armando foi fruto de decisões pessoais, Barros e Sial lembram que o PSDB foi oposição ao ex-governador Eduardo Campos (PSB). “Sempre fomos oposição, não temos cargos no governo. Apoiamos Armando também porque não acreditamos no projeto de Eduardo Campos e Paulo Câmara”, reforça Barros.