Retirada de árvores divide opiniões. Prefeito de Limoeiro explica o projeto


Na noite desta segunda-feira (21), por volta das 19h30, começaram a ser arrancadas as primeiras árvores da Avenida Severino Pinheiro, no centro da cidade de Limoeiro. Operários e caçambas iniciaram os trabalhos que visam atender ao projeto de revitalização idealizado pela atual administração. Dezenas de limoeirenses registraram as imagens e começaram a postar nas redes sociais. A situação dividiu opiniões.

A limoeirense Elizabete Ramos criticou a decisão da prefeitura de Limoeiro. “Não acredito. A cidade realmente esta muito gelada para esses imbecis fazerem uma palhaçada dessas. Agora teremos muito mais sombra e ar puro com Palmeira com duas folhinhas murchas, claro que nossos ‘digníssimos’ administradores não percebem isso, porque estão dentro de seus automóveis com ar-condicionado. A população que anda a pé ou que sentava embaixo das árvores para se proteger do sol não importa, por que eles estão ‘Cuidando da Gente’. Revoltada com essa palhaçada”, postou.

Segundo o prefeito Thiago Cavalcanti (PROS), em levantamento realizado pela gestão, 13 árvores estão mortas e teriam que ser trocadas. O prefeito disse que serão derrubadas 50 árvores, mas serão plantadas 163 ao longo das ruas do centro da cidade. “Temos as licenças necessárias dos órgãos e vamos plantar árvores nos canteiros e nas duas calçadas ao longo da Avenida Severino Pinheiro, inclusive espécies que dão flores, além da melhoria da iluminação”, adiantou o prefeito. 

De acordo com Thiago, uma equipe de jardinagem cuidará exclusivamente dos novos canteiros. “Dentro de dois anos a avenida terá um novo visual. Sabemos que de imediato não teremos a mesma sombra, mas com o passar dos anos as novas plantas e as novas árvores vão ter a sua importância”, pontuou. Por outro lado, o gestor comentou sobre as críticas. “Concordo e respeito aqueles que lutam pela causa do Meio Ambiente, mas muitos que reclamam nunca plantaram uma muda em casa e querem fazer do fato uma questão política”, completou. (Imagem | Reprodução Facebook)