MPPE recomenda que Camaragibe convoque aprovados em concurso público

Com o objetivo de garantir o direito dos candidatos aprovados no concurso público realizado em 2012 nas áreas de Saúde, Educação e Administração, além de garantir o previsto na Constituição Federal, que estabelece que a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas e títulos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação ao município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com o portal da instituição, o MPPE recomendou que sejam nomeados todos os candidatos aprovados no concurso de 2012, e que estes ocupem, além das vagas previstas no edital, também os cargos comissionados e temporários já existentes no município. Segundo o promotor de Justiça Salomão Filho, atualmente, trabalham médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que não foram selecionados por meio de concurso público, e custam aproximadamente R$ 555 mil aos cofres municipais. 

Do mesmo modo, o Fundo Municipal de Saúde possui mais de 400 contratos temporários e 66 cargos comissionados. A gestão municipal terá um prazo determinado pelo MPPE para enviar à Promotoria de Justiça cronograma atualizado de nomeação dos candidatos aprovados no referido concurso público e informar sobre o acatamento da recomendação.