FBC sonha com a candidura que o governador guarda a sete chaves


Fernando Bezerra Coelho (PSB) entregou o Ministério da Integração Nacional em um ato de fidelidade ao partido socialista e ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). A saída do governo petista também foi pensando na disputa pelo governo do Estado com o total apoio de Campos. FBC saiu na frente dos outros pré-candidatos e focou uma agenda de visitas aos municípios pernambucanos, inclusive recebendo títulos de cidadania até em cidades que pouco conhecia. 

Mas pelo andar da carruagem, o nome de FBC não vem mais sendo tratado como antes. Danilo Cabral e Paulo Câmara, ambos do PSB e homens de total confiança de Eduardo, ocuparam o topo da lista do governador. Nos bastidores palaciano a informação é de que a insatisfação de FBC aumenta a cada minuto, motivando o ex-ministro a afirmar que se não for o escolhido retornará para administração privada. (Imagem | Internet)