Blitz em Limoeiro recupera "cinquentinhas" e secretário confirma cancelamento de 77 concessões de mototaxistas

Imagem Ilustrativa
Através de blitz realizada em Limoeiro, a Guarda Municipal conseguiu recuperar 03 motocicletas “cinquentinhas” roubadas na região. Os condutores dos veículos foram abordados no centro da cidade e quando solicitadas as notas fiscais, informaram que não portavam na ocasião. Seguindo a orientação da secretaria de Trânsito, os guardas apreenderam as motocicletas até a apresentação da nota, o que não aconteceu durante o período da operação, findada às 17h da última sexta (16).

Na manhã desta segunda (19), os verdadeiros donos das “cinquentinhas” se apresentaram na sede da secretaria com as notas fiscais e confirmaram que os veículos haviam sido furtados na semana anterior. “Como temos que solicitar a nota para liberação da motocicleta, os condutores deixaram o local da blitz e não voltaram mais, o que nos impossibilitou de aplicar o flagrante”, contou o secretário de Trânsito, Coronel Alberto Felipe.

O secretário também revelou que, recentemente, em operação realizada em Limoeiro foi apreendida uma motocicleta com a nota fiscal falsa. “Estamos apreendendo a motocicleta e verificando em nosso sistema se a nota é verdadeira, pois existe uma chave de segurança na própria nota que nos permite essa consulta. Se o CNPJ for reconhecido, a nota é verdadeira, mas se for constatado que o número da nota não existe, encaminhamos o documento com a motocicleta para delegacia, onde são tomadas as medidas cabíveis”, explicou o coronel.

Durante entrevista ao Jornalismo da Cultural, o secretário ainda confirmou que 77 mototaxistas limoeirenses perderam as concessões dadas pela prefeitura. Com isso, eles estão impossibilitados de exercerem a atividade na cidade de forma regular. As concessões foram cassadas daqueles que não compareceram na secretaria nos prazos para o recadastramento. “Ofertamos várias datas, mas agora não temos como dar um novo prazo”, adiantou o secretário.

Segundo Felipe, uma lista com a numeração dos coletes dos mototaxistas que perderam as concessões será enviada para ampla divulgação na imprensa. Indagado sobre a possibilidade de novos mototaxistas assumirem as vagas, o secretário disse que a entrada de novos profissionais depende do número de habitantes registrado no IBGE. “Solicitamos um ofício com o número de moradores ao IBGE e verificamos que houve uma redução de 200 pessoas nos últimos meses, o que acaba não permitindo a entrada neste momento”, explicou.