Paudalho inaugura novo espaço para feira livre após intervenção do MPPE

Imagem | Voz do Planalto

Depois de oitenta anos sendo realizada no centro de Paudalho (Mata Norte), dias que ficavam intransitáveis para carros e pedestres, a feira livre do município tem novo lugar. Após a intervenção do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), com o ingresso de ação civil pública (em 2011), a Prefeitura fez a remoção dos feirantes para um lugar fixo e de fácil acesso, oferecendo a infraestrutura básica para o comércio e maior periodicidade. O Pátio de Feira Ulisses Roque foi inaugurado nessa terça-feira (23).

Ao longo das negociações com a prefeitura, o MPPE requereu também que os comerciantes fossem cadastrados e passassem por capacitações. Segundo o secretário de Controle Urbano, Luís Saturno, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) capacitou os feirantes quanto ao atendimento ao consumidor; e a Vigilância Sanitária municipal promoveu encontros para disciplinar sobre a higienização dos produtos comercializados e do local de trabalho. “Um espaço do pátio da feira também foi destinado para que agricultores familiares organizados em associações ou cooperativas possam escoar suas produções”, explicou Saturno.

O Conselho Tutelar e a Gerência de Proteção Social Especial também se reuniram com os comerciantes para discutir sobre o trabalho infantil. No próximo sábado (27), haverá uma ação com panfletagem e conversa sobre a importância da criança e do adolescente estarem matriculados na escola em vez de trabalharem na feira.

Para o feirante a mais de 30 anos e conselheiro da Associação dos Feirantes de Paudalho, Otacílio de Arruda, “o novo lugar da feira ficou muito bom para se trabalhar e também será de domingo a domingo. Antes tínhamos que montar a banca na madrugada da quinta-feira, trazer os produtos, desmontar a banca no sábado, guardar as sobras e conviver com a bagunça e o lixo nos dias da feira”. Já para a cliente da feira, Maria José da Silva, “o local ficou ideal, principalmente, na questão da organização e higiene. A feira onde anteriormente ficava era um incômodo para a comunidade que não podia transitar pelas calçadas e ruas, além dos moradores terem dificuldades de sair ou entrar nas suas casas.”

O promotor de Justiça de Paudalho, Carlos Eduardo Seabra, reforçou durante o discurso de inauguração do novo espaço que “os feirantes podem contar com a Promotoria de Justiça para que os problemas que a nova casa for apresentando possam ser resolvidos e as demandas sejam atendidas, através do diálogo junto ao município”. Seabra participou do ato solene do hasteamento das bandeiras nacional, estadual e municipal, juntamente com o prefeito, José Pereira, e o padre Elias Roque (filho do ex-prefeito Ulisses Roque, homenageado com o nome do novo espaço).