Poluição sonora em bares e "paredões" motiva audiência pública em Gravatá

Para traçar ações de controle da poluição sonora em Gravatá (Agreste), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) vai promover audiência pública no próximo dia 20, às 8h, na Promotoria de Justiça do local. A medida surge por causa da instauração de vários procedimentos investigatórios e das inúmeras denúncias recebidas pela Promotoria envolvendo o uso irregular de equipamentos sonoros por bares e restaurantes, além de veículos que estacionam no entorno.

A audiência será coordenada pelas promotoras de Justiça Liliane Asfora e Fernanda Henriques. Foram convocados para participar dos debates o prefeito da cidade, Bruno Coutinho, o presidente da Câmara de Vereadores, Pedro Luiz Coutinho, além de representantes das Polícias Civil e Militar e da Vigilância Sanitária Municipal. 

Foram convidados também a Agência Municipal e a Associação dos Amigos do Meio Ambiente, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema), o Conselho Tutelar e os secretários de Educação, Infra Estrutura e Serviços Públicos, Saúde e de Turismo. Os interessados em fazer pronunciamentos durante a audiência devem realizar inscrição prévia junto à secretária da audiência, informando nome e cargo ocupado.

MPPE