Secretaria de Saúde de Machados divulga números dos primeiros meses da gestão

A secretaria de Saúde de Machados enviou números ao Blog do Agreste apresentando avanços na pasta. Segundo a nota, a maior dificuldade da secretaria ainda é combater a deficiência de médicos no município. Para reforçar a informação, a assessoria de Comunicação de Machados destacou uma visão do Ministério da Saúde. "O desafio mais crítico para o enfrentamento dos problemas da saúde é a formação de profissionais". A opinião foi manifestada pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em audiência pública.

Segundo dados fornecidos pela secretaria, nos primeiros meses da atual gestão houve um aumento de 100% nos atendimentos na área de Fisioterapia. Entre os meses de janeiro e abril, respectivamente, os atendimentos seguiram a escala de 48, 190, 194 e 225. Na área de Ortopedia o crescimento também ultrapassou os 100%. Os atendimentos subiram de 20 para 128 nos primeiros meses de trabalho. Já nas pequenas cirurgias foram registradas 04. No atendimento geral com plantonistas semanais os números apresentam variações nos três primeiros meses do ano: 221, 208 e 313; 360, 396 e 401; 188, 166 e 211; 174, 263 e 300. 

Em relação ao Hospital Edson Álvares, a secretaria de Saúde de Machados informou que está com 10 médicos divididos entre profissionais plantonistas e de ambulatórios, e mais 04 médicos residentes no próprio município para atendimento diário nos Postos de Saúde da Família (PSFs). “Estamos incansavelmente trabalhando para regularizar todos os plantões com médicos. Isso melhora a saúde da população, sendo que pela primeira vez na história, Machados faz o que o Ministério da Saúde espera de um município: qualidade na atenção básica de saúde e medicina preventiva”, diz a nota enviada ao blog.

As informações ainda relataram melhorias que continuam sendo efetuadas nos equipamentos de saúde, a exemplo de recuperação de veículos, contratação de carros para os postos de saúde, recuperação de eletro, aquisição de colchões e lençóis para o hospital, ampliação de laboratório, reestruturação da copa com melhorias efetivas do atendimento de refeições dos pacientes e funcionários com supervisão de nutricionista, reestruturação e recuperação do arquivo de fichas e prontuários de pacientes, reestruturação da limpeza geral do hospital e ampliação no atendimento de ultrasonografia.