Joãozinho confirma sondagem do seu nome para uma disputa de deputado estadual


Faltando pouco menos de dois anos para as convenções que vão definir os candidatos estaduais e federais em Pernambuco, o nome do vereador limoeirense João Luís (Joãozinho – PSB) começou a ser sondado para uma disputa proporcional. O socialista foi candidato a prefeito de Limoeiro nas eleições municipais deste ano, alcançando a marca dos 13 mil votos. 

Em entrevista a Rádio Cultural FM | Blog do Agreste, o parlamentar revelou que foi contactado pelo secretário estadual geral do PSB para compor, inicialmente, uma lista com possíveis candidatos ao cargo de deputado estadual em 2014 pelo partido. “Após a campanha conversamos com o secretário e confirmamos que nosso nome poderia ser listado, o que não concretiza uma candidatura”, explicou João.

Ele ainda contou que um representante de outro partido visitou sua residência para um convite do mesmo segmento, porém, preferiu não revelar a sigla e o político. “Algumas coisas na política não podemos afirmar”, ponderou. Em relação ao seu posicionamento político em Limoeiro, o vereador confirmou continuar na oposição, contudo, ressaltando um bom relacionamento pessoal com todos os políticos. 

Convite – Indagado sobre a possibilidade de compor a equipe de governo de Eduardo Campos (PSB), Joãozinho disse ter sido sondado pelo secretário geral do seu partido sobre um possível convite para ocupar algum órgão estadual ou mesmo integrar a equipe de governo da prefeitura do Recife, que a partir de janeiro de 2013 será administrada por Geraldo Júlio, seu colega de partido.

“Disse que estou disposto a assumir qualquer órgão, desde que seja para trabalhar pela minha cidade e pela minha região. O governo está chegando ao sexto ano de mandato com uma base de 19 partidos e todo loteado, o que fica difícil chegar para ocupar algum espaço. Confesso que não tenho nenhum apetite para assumir cargo na prefeitura do Recife”, disse Joãozinho. “Não estou dizendo que se convidado não vou assumir. Dependerá do cargo e da tarefa partidária”, ressaltou.