Exposição Do Pó ao Barro chega ao Ponto de Memória Galpão das Artes

Após temporada em Carnaíba, a exposição Do Pó ao Barro, chega a Limoeiro neste sábado (10). O propósito do curador do projeto, Beto Normal, é reconstruir o universo de Dona Eunice, a última "loiceira" do Vale do Capibaribe, através de um conjunto de fotografias e gravações em áudio, distribuídas no interior de uma casa customizada com objetos da artesã. 

A exposição permanecerá no Ponto de Memória Galpão das Artes até 23 de novembro. A visitação são de 14h as 20h (segunda a quinta-feira) e de 14h às 21h (sexta-feira a domingo). A entrada é franca.

Depois de assinar o figurino do filme Era uma vez eu, Verônica, que faturou no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro os prêmios de melhor filme, tanto pelo júri, quanto pelo público – entre outras premiações, Beto Normal se veste de produtor e curador. Ele é o cara da exposição Do pó ao barro.

A mostra registra em fotografia e áudio, o trabalho de Eunice Clotilde do Nascimento Oliveira, 71 anos, uma das últimas “louceiras” de São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco. Para que as pessoas tenham contato real com os frutos deste ofício em vias de extinção, Beto decidiu exibir algumas peças utilitárias assinadas pela artesã, como mealheiros, fogareiros, jarras e panelas.