Estiagem adia segunda etapa da campanha contra Aftosa no Agreste


Devido ao período de estiagem, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado de Pernambuco, agendada para o mês de novembro, está sendo adiada nas regiões mais afetadas: Agreste e Sertão. Em entrevista ao Blog do Agreste, o coordenador interino da Adagro (Unidade Limoeiro), veterinário Rui Jorge, disse que a decisão visa atender as solicitações dos municípios mais atingidos pela seca e que em sua maioria decretaram estado de emergência.

Em relação à Zona da Mata, o veterinário informou que a campanha segue normalmente. “Os criadores podem comprar as vacinas nas farmácias veterinárias e iniciar o trabalho de vacinação”, completou. Mesmo com a possibilidade de vacinar nas regiões menos atingidas pela estiagem, o coordenador alertou que os animais magros não devem tomar a vacina. “Rebanho magro não deve ser vacinado mesmo o criador tendo condições financeiras de adquirir as doses. O organismo do animal deve estar em boas condições de saúde, pois animais magros não respondem bem a imunidade da vacina”, orientou.

De acordo com Rui Jorge, a segunda etapa da campanha deve acontecer nas regiões adiadas após as primeiras chuvas de janeiro do próximo ano. “A confirmação da nova data dependerá do tempo. Nossa expectativa é de que na primeira quinzena de janeiro possamos realizar a segunda etapa, contando com os municípios em melhores condições financeiras”, finalizou.